02 maio 2018

Marvel - Da Queda à Ascensão | Não tenha medo de se reinventar!

02/05/18 - Por Aline Alexandrino: Se nos dias de hoje fossemos obrigados a definir o conceito de Renovação e Sucesso, a definição seria em uma única palavra: Marvel.


No ano em que completa sua plena maturidade, aos 79 anos, as criações de Stan Lee (que faz questão de fazer uma ponta em cada novo título lançado) se mostram renovadas e apaixonantes.


Olhando o trajeto seguido pela Marvel nos últimos 10 anos desde a estreia do filme “Homem de Ferro” nas telonas do cinema, com toda a certeza seus diretores ainda não imaginavam o que um novo trailer assinado pela Marvel causaria hoje em dia.


Stan Lee

E olhando todo esse sucesso, quem diria que a detentora das criações e direitos dos campeões de bilheteria “Os Vingadores” e outros títulos de sucesso estava à beira da falência??? Sim minha gente, eles ressurgiram como uma fênix, com um grande risco de seu primeiro filme do Homem de Ferro ser um tiro no pé, depois da imagem cansada dos super-heróis causada pelos trailers da DC Comics. Mas o cenário foi outro, a Marvel chegou, e chegou com os dois pés no peito, não chegou de mansinho não. Se é pra ter efeitos especiais, que fossem os melhores, se for para cruzar historias, que seja de mil maneiras infinitas para que tivéssemos as tramas muito bem traçadas em nossas mentes. Pois bem, a Marvel já havia vendido direitos de alguns personagens fantásticos seu como Homem Aranha e X-Men. Mas em meio sua crise financeira a empresa soube tomar decisões certas e se reinventar.



Com roteiros que apresentam finais geralmente dramáticos, mas que podem ser assistidos por qualquer pessoa de qualquer idade, devido a leveza que correm seus trailers, toques de humor e um certo ar de deboche e indiretas dedicadas aos governantes e seus concorrentes (só ficar atento a cada tirada das frases de alguns personagens), a Marvel tem se tornado a queridinha da indústria cinematográfica e dos comerciantes e empresários que pegam carona no sucesso das telonas para desenvolver e comercializar novos produtos ligados dos personagens e títulos lançados.

A Marvel ditou uma mudança geral, desde a inovação de seus filmes, a inclusão de cenas pós-créditos, criando nos seus telespectadores expectativas das novas criações que estão por vir. Incrível como o publico hoje se arrisca em chutar quem faz parte de uma equipe técnica ou conhecer melhor a trilha sonora, antes ignorados pela grande maioria. Hoje as letrinhas subindo fazem parte do filme tanto quanto os trailers iniciais, as salas são deixadas apenas com as cenas finais onde é deixado o gostinho do que vem a seguir, os cineastas criam expectativas que tem durado até dois anos de espera, e uma arrecadação de bilheteria absurda.


A Marvel também ditou uma mudança na sociedade, acredite ou não os nossos antigos “Nerds”, “CDF’s” e outros zilhões de apelidos que podemos listar que viviam com seus quadrinhos e teorias desde a criação dos gibis até meados dos anos 90, se tornaram os caras mais badalados dos últimos tempos. Tornaram-se “Deuses” detentores das informações adquiridas nas HQ’s lidas em seus momentos de exclusão em seus quartos. Hoje eles fazem vídeos, Blog’s e Vlog’s, se tornaram entrevistados procurados por diversas mídias para expor suas opiniões.

Voltando a falar da Marvel, ela conseguiu destronar a DC Comics em apenas dez anos, sem gráficos, mas essa mudança pode ser medida nos dois últimos trailers lançados pelas duas empresas, o trailer de “Liga da Justiça”, não conseguiu nem um terço da espera ou até da bilheteria  arrecadada pelo trailer “Vingadores - Guerra Infinita”. A DC Comics com seus filmes pesados, escuros, com baixa expectativa, tem sofrido com as alfinetadas de sua concorrente. A DC Comics que possui inumerados filmes do personagem Batman e Superman, é obrigada a escutar após seus últimos trailers “Esquadrão Suicida” e “Mulher-Maravilha” que agora esta aprendendo à fazer filmes.


Enfim que a DC Comics está “aprendendo”, eu não posso afirmar, mas que todos nós temos muito à aprender com a Marvel eu não tenho dúvidas. 


E a maior lição deixada por eles nesses últimos anos é “Não tenham medo de se reinventar e meter as caras”, afinal a parte ruim já conhecemos, muitas vezes estamos vivendo o momento ruim, então conseguimos sempre enxergar melhor o lado bom e reconhecer os erros para não cairmos nas falhas novamente. Fonte: Linkedin.




0 COMENTÁRIOS DOS VISITANTES::

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.