Aumento do RETP | Nem só de DEAC vive o guarda civil metropolitano

20/05/18 - Por Dennis Guerra: Nem só de DEAC vive o guarda civil. É necessário requerer outras formas de minimizar os impactos da crise econômica em nossas vidas, e uma delas é o aumento do RETP.


Surgiu nas últimas semanas - nas redes sociais - um movimento pela rápida aprovação do aumento do Regime Especial de Trabalho Policial - RETP. O movimento surge por iniciativa dos próprios integrantes da Guarda Civil Metropolitana.

O projeto já foi concluído, não cabendo discussões a respeito do conteúdo e sim pela forma como se dará a organização para pressionar a atual gestão, encabeçada por Bruno Covas, a aprovar - em regime de urgência - o referido aumento.



Aumento salarial aos integrantes da Guarda Civil já era uma promessa do então prefeito João Dória para 2018 e, com alguns problemas internos enfrentados pela corporação e a posterior saída de João Doria para concorrer ao governo do Estado de São Paulo, todo o processo foi prejudicado, ficando agora nas mãos do atual prefeito.

De certo, logo mais uma reunião será marcada para que sejam discutidas as melhores formas de abordagem do tema junto a Prefeitura da cidade de São Paulo. Cogita-se, inclusive, que a reunião possa ocorrer na sede de sindicato ou na Câmara Municipal, por intermédio do Vereador Amauri Silva - representante dos quadros da GCM.

Guardas civis metropolitanos - fiquem atentos e participem. O aumento do RETP é um desejo antigo e de fácil concretização: basta vontade do Executivo. Mas nós é que não podemos dormir no ponto, ou a DEAC (Bico Oficial) continuará a ser um martírio ainda mais necessário.




Compartilhe:

2 comentários:

  1. Parabéns a todo efetivo pela iniciativa,estamos realmente nas extrema com atual salário, principalmente os da parte de baixo da classe.

    ResponderExcluir
  2. Concordo plenamente,nosso salário está um absurdo.ate quando vamos ficar nessa situação

    ResponderExcluir

Olá, seja bem-vindo! Faça o seu comentário com responsabilidade. Muito obrigado!

Por Dennis Guerra