Guarda municipal é um dos meios mais eficazes de prevenção ao crime, afirma Ministro da Justiça

09/12/17 - Encaminhado por Daniel Almeida: O ministro da Justiça e Segurança Pública, Torquato Jardim, defendeu o fortalecimento das guardas municipais e a intensificação de ações sociais para melhorar a prevenção ao crime e à violência nos bairros, na última quinta-feira (7), durante o 10º Congresso Brasileiro de Câmaras Municipais, em Brasília. Veja também: Entrevista do Comandante Geral da Guarda Civil Metropolitana durante seminário


Para o ministro, é  essencial que as guardas sejam capacitadas para fazer parte do Subsistema Nacional de Inteligência de Segurança Pública, se integrar aos outros órgãos pelo conhecimento. Uma vez que os guardas são os que melhor conhecem o quarteirão, a rua e o beco, em conjunto com as polícias civis e militares, no âmbito estadual. Veja ainda: Na delegacia maconheiro chora, se diz arrependido e afirma que terá vida regrada

O objetivo é que os crimes mais corriqueiros, como o roubo e o furto, que são os que mais incomodam a população no dia a dia, sejam cobrados dos prefeitos e vereadores, já os crimes transnacionais - como o tráfico internacional de drogas, armas e pessoas, os delitos de colarinho branco, crimes cibernéticos e o terrorismo, fiquem por conta do Ministério da Justiça e do governo federal.

Para o presidente da CONGM, Oseias Francisco da Silva, "a fala do Ministro é um prova desse trabalho. Nos dois planos nacionais de segurança pública tivemos importante participação, e nossa expectativa é avançar no sentido de mais investimentos nas Guardas Municipais. O reconhecimento do importante papel das Guardas Municipais é uma conclusão pragmática, porque os governos estaduais, por mais importantes que sejam, chegaram no esgotamento e a forma tradicional da política de segurança pública está esgotada", conclui. Para saber mais clique AQUI. Fonte: QAP Total.



Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, seja bem-vindo! Faça o seu comentário com responsabilidade. Muito obrigado!

Por Dennis Guerra