11 junho 2017

Campanha para ajudar tatuador acusado de torturar suspeito de crime

Tatuador está preso enquanto campanha surge em apoio ao ladrão. Pessoas ficaram indignadas na redes sociais.

11/06/17 - O título da matéria do G1 destaca a vítima da tortura como 'jovem' e não faz menção alguma à prática criminosa do indivíduo - a não ser pelo próprio testemunho do tatuador. Fora isso, a reportagem apenas cita 'adolescente de 17 anos'.


Além disso, inúmeras pessoas ficaram indignadas com a informação "... milhares de pessoas se solidarizaram para ajudar o jovem (ladrão) a remover a tatuagem, que pode ser feita através de uma cirurgia a laser que pode custar mais de quinze mil reais. Para ajudar ele, um coletivo de São Bernardo do Campo abriu uma campanha de crowdfunding para ajudar o jovem (ladrão) pela internet....".

Analisando de outra forma, quem criou a cobra (política do M IMI MI) que a sustente - mas nós não colaboraríamos com R$ 1,00 Real para esse aí! Agora, se abrirem uma campanha para arrecadar fundos para pagar os honorários do advogado do tatuador, ela será compartilhada aqui. Para saber mais clique AQUI.

Entendemos que se o ladrão pode ser defendido com a ideia que lhe faltaram oportunidades (e por isso ele teria enveredado no crime), o tatuador pode também não ter tido acesso à uma formação adequada e orientação suficiente para compreender o que é submeter alguém à tortura - mesmo que tenha sido um ladrão.

"Um erro não justifica o outro, mas a complacência deve ser equivalente para ambos"




Compartilhe pelo seu Whatsapp e colabore conosco (Clique AQUI)
image

O Cão De Guarda Notícias

Autor e Editor

Dennis Guerra Contato Whatsapp 11 95580-1702

2 COMENTÁRIOS DOS VISITANTES::

  1. Quem solidarializa-se com esse marginalzinho, leve-o para casa! Alimente a criança! Cuide dele! Eduque-O! Faça esse favor para a sociedade de bem pfv!

    ResponderExcluir
  2. Para você que solidarializa-se com este marfinal, leve-o para sua casa! Alimente a criança, eduque-o! Faça esse favor para a sociedade de bem!

    ResponderExcluir

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.

biz.