03 junho 2017

80% dos moradores apoiam internação compulsória de usuários de crack, aponta pesquisa - SP

Pesquisa ouviu 1.125 pessoas; 4 em 5 entrevistados apoia internação compulsória de viciados para tratamento. Levantamento ocorre 11 dias após operação na Cracolândia.

03/06/17 - Pesquisa do Instituto Dataflha divulgada neste sábado (3) pelo jornal "Folha de S.Paulo" mostrou que 80% dos entrevistados defendem a internação à força para tratamento de usuários de crack. O levantamento ouviu 1.125 pessoas na cidade, na quinta-feira (1º), e a margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.


De acordo com a reportagem, quatro em cada cinco moradores defendem a internação compulsória dos viciados. A pesquisa foi realizada 11 dias após ação policial na Cracolândia, na Luz, no Centro da capital. A operação prendeu traficantes, desobstruiu ruas ocupadas por uma feira de drogas, mas espalhou os usuários para outras vias da cidade. Para saber mais clique AQUI. Fonte: G1.


Pichação

Guardas Civis Metropolitanos do Butantã em ronda, na madrugada desse sábado, flagraram dois homens pichando os pilares do viaduto entre as ruas Domingos Barbieri e Martinho Claro -  Butantã. Foram apreendidas latas de spray e o caso foi para a 89°Delegacia de Polícia.

De janeiro até agora, a GCM registrou: 54 Ocorrências, sendo: 74 adultos e 08 adolescentes, totalizando 82 pessoas conduzidas. Texto:Classe especial Ivonete / Sidnei Subcomando. Fonte: Guarda Civil Metropolitana São Paulo - Facebook.

0 COMENTÁRIOS DOS VISITANTES::

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.