Suplicy e o 'discurso azia' sobre a Cracolândia

Suplicy novamente surpreende pelo oportunismo. O discurso chega a dar azia por tanta hipocrisia!

15/05/17 - O vereador Suplicy continua a surpreender pelo oportunismo, mas desta vez ele se mostra ainda mais fora-de-contexto ao fazer uma análise - quase infantil - sobre o que ocorre na Cracolândia. Eu, que adoro escrever sobre certas situações do cotidiano, nem sem ao certo como abordar o conteúdo do vídeo abaixo. Mas vamos tentar...


1 - Ele diz que na gestão passada existiam apenas 300 pessoas no chamado fluxo (?!). É impressionante como estas pessoas usam as informações a seu favor. Quem caminhou pela região nos últimos anos sabe muito bem que isso não confere com a realidade. Ok, talvez com operações policiais no local os participantes do fluxo se dispersavam, restando ali esses tais 300 indivíduos que eles citam.



2 - Ele nem ao menos sabe o porquê os usuários não permitem que se circule no centro do fluxo. Veja isso: usuários e traficantes não permitem (não convém kkk) que legisladores transitem em uma via pública e pior, os legisladores obedecem como cordeirinhos! Quais ações ocorrem no centro do fluxo? Explico, Suplicy: Tráfico de entorpecentes, consumo de drogas e porte ilegal de armas. Achou pouco?!


3 - E novamente eles tentam colocar os agentes de segurança como os vilões. Relembram o caso envolvendo um guarda civil dias atrás, no qual ele foi flagrado em uma abordagem infeliz a um morador de rua - da qual já está respondendo processo administrativo - mas não citam o GCM Marcos Roberto de Oliveira que foi assassinado por um menor infrator (daqueles que eles sempre buscam vitimizar e defender) em frente à uma escola. Veja ainda: Guarda civil é assassinado durante serviço em São Paulo (Atualizado)

Para você que ainda 'tem estômago', segue abaixo o vídeo.





Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, seja bem-vindo! Faça o seu comentário com responsabilidade. Muito obrigado!

Por Dennis Guerra