2010 / 2017

"Para que o mal triunfe, basta que os bons não façam nada"
Edmund Burke

"O Cão De Guarda Notícias era uma janela para o mundo que esteve aberta entre os anos de 2010 a 2017, deixando agora um vazio enorme em meu coração" Por Dennis Guerra

09 maio 2017

Guarda civil é assassinado durante serviço em São Paulo (Atualizado)

Guarda civil metropolitano foi assassinado na tarde de hoje. Um dos criminosos foi preso por guardas civis.

09/05/17 - Na tarde de hoje mais um policial foi covardemente assassinado. Desta vez o caso aconteceu na Zona Leste de São Paulo. O GCM Classe Especial Marcos estava de serviço com uma parceira quando, durante uma abordagem, os criminosos efetuaram disparos, tendo um deles atingido o guarda civil na cabeça. Socorrido, ele não resistiu.


Equipes da Inspetoria de Operações Especiais e Canil da Guarda Civil Metropolitana conseguiram localizar um dos criminosos. Segundo consta, o Secretário Municipal de Segurança Urbana, Coronel Jose Roberto, vem acompanhando o caso de perto. Veja ainda: Policiais desenvolvem resposta hormonal bizarra ao estresse

Peça do uniforme do GCM assassinado, ainda no local do crime.
Imagem que infelizmente marcou o dia.

FALECIMENTO DO GUARDA CIVIL METROPOLITANO EM SERVIÇO: A Secretaria Municipal de Segurança Urbana de SP e a Guarda Civil Metropolitana lamentam a morte do GCM Classe Especial, Marcos Roberto de Oliveira, na tarde desta terça-feira (09). Por volta das 16h, a equipe em serviço realizava rondas na região de Guaianazes, zona leste, quando o guarda foi atingido por um tiro durante o serviço. Ele foi socorrido ao PS do Hospital Santa Marcelina, mas não resistiu aos ferimentos e entrou em óbito. Na Instituição desde setembro de 2001, o CE atuava na Inspetoria Regional de Guaianazes. O velório ocorrerá nesta quarta-feira (10), na Igreja Adventista da Vila Jacuí e o enterro no Mausoléu da GCM, localizado no Cemitério do Araçá, na Avenida Dr. Arnaldo, região central da cidade. Por Coronel Jose Roberto - Secretário Municipal de Segurança Urbana.

Sabendo que na semana passada, após vídeo de uma abordagem na qual um guarda civil foi duramente atacado por ter utilizado força desnecessária contra um morador de rua e o prefeito João Doria rapidamente veio a público por meio de um vídeo criticar a ação e informar que providências seriam tomadas, fizemos uma busca em seu perfil no Facebook sobre a morte do guarda civil e nada foi encontrado até este momento. Mas um texto publicado no Facebook tratou o tema com relevante sabedoria, ao que daremos o devido espaço nesta publicação:

"Pois é senhor Prefeito João Doria, tão preocupado em resguardar os direitos humanos, tão contrário às barbáries... Tem um Guarda Civil morto, hoje, cuja família, amigos, e sociedade do bem esperam por sua solidariedade. Que este vagabundo seja tratado com o mesmo rigor que o senhor dispensou para pedir punição ao Guarda semanas atrás. Ou será tratado como um coitadinho que errou, se arrependeu e só queria trabalhar? Aproveite este triste episódio para promover a justiça: pressione o MP para que este vagabundo pague. Aproveite, e mostre em Brasília como é a profissão Guarda Civil, a qual foi subestimada e deixada de fora do projeto de aposentadoria que contempla, sob a justificativa de profissão de altíssimo risco, a Polícia Legislativa... Vamos lá prefeito, é a sua chance. E ao companheiro tombado, que seu lugar entre os Bravos seja esplêndido e a misericórdia de Deus acalente aos que ficam". Por Roberth Almeida - Facebook.


Quanto à grande mídia, nem se fala. Apenas um comentário ou outro.
Afinal, isso não traz audiência!



Fonte/imagem:


Um comentário:

  1. boa noite alguem poderia me informar a quantidade de homens e mulheres. obrigado

    ResponderExcluir

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.

Tecnologia do Blogger.