Canais tradicionais de comunicação e as Massas de Manobra

O caso ocorreu no último dia 28. O criminoso tentou o roubo contra um policial militar reformado que, em sua defesa, atirou no indivíduo. O 'rapaz' - como citado pelo G1 - chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

29/05/17 - Não é de hoje que as pessoas analisam a forma como os canais de comunicação se se portam em determinadas situações. Em muitos casos, a troca de uma simples palavra - por exemplo - traz ao público uma sensação adversa da realidade. Foi o que ocorreu no caso do criminoso intitulado simplesmente como 'rapaz', que tentou o roubo a mão armada contra um policial militar. 


Para uma pessoa desavisada, a conotação é de que a Polícia simplesmente matou uma pessoa e que esta não seria envolvida com o crime.

Mas neste caso o rapaz - indivíduo / bandido / criminoso / vagabundo / infrator / delinquente (sugestões apresentadas nas redes sociais sobre o caso) - já tinha passagens pela polícia. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

Rapaz é morto ao tentar assaltar policial militar na Rodovia dos ImigrantesSuspeito já tinha passagem criminal, segundo a polícia, por praticar roubos na estrada. Para saber mais clique AQUI. Fonte: G1.

Mas você poderia se perguntar o que estes canais de comunicação ganhariam com isso. Simples: a polêmica chama a atenção e vende mais. Então concluímos que eles estão cagando e andando para a realidade dos fatos - além do que certas ideologias impregnadas nos meios de comunicação tradicionais fazem das pessoas com menos capacidade analítica uma oportuna massa de manobra.


Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, seja bem-vindo! Faça o seu comentário com responsabilidade. Muito obrigado!

Por Dennis Guerra