08 março 2017

Comando GCM/SP - Resposta 'linha dura' sobre Uniforme de Verão (Chilli Beans)

Mesmo com a imensa expectativa sobre a adoção de um Modelo de Uniforme de Verão para os integrantes da GCM, a resposta foi a mais linha dura possível.

08/03/17 - Por Dennis Guerra: Mais uma vez faço algumas observações baseado na realidade vivida nas ruas. E me refiro as ruas por saber que é ali que se encontra a grande força motriz de qualquer corporação policial. E nisso, a resposta apresentada pelo Sindguardas-SP atribuída ao Comando Geral da GCM/SP sobre a adoção de um Modelo de Uniforme de Verão causou imensa preocupação por parte do efetivo que labuta por horas a fio em temperaturas cada vez mais insuportáveis.


"Segundo afirma o Comando Geral, o efetivo faz uso do uniforme com camisa há 30 anos, em áreas externas e expostos às intempéries, e nunca reivindicou tal dispensa. Afirma também que, para que fosse autorizado utilizar apenas a camiseta e o colete, faria-se necessária a aquisição de uma camiseta com layout de identificação nas partes externas ao colete (mangas e ombros) e esta aquisição se tornou inviável pelo seguinte motivo: não reduz a sensação térmica e, por isso, não justifica a compra". Fonte: Sindguardas-SP.

Nem mesmo a divulgação de artigos, como o Estudo de Caso - Uniforme de Verão (A participação das CIPAs) permitiu uma análise mais profunda e técnica sobre o tema.

Nos resta aqui apenas colocar que as sugestões apresentadas se fazem necessárias porque, justamente nesses últimos 30 anos, inúmeras mudanças já ocorreram, não apenas dentro da própria corporação (uniforme, forma de atuação e novas atribuições) como no mundo inteiro. Afinal de contas não é de hoje que especialistas discutem o aquecimento global como um flagelo que atinge toda a humanidade.

Vale lembra que a Polícia Militar do Estado de São Paulo (com 185 anos de história) fez a adoção de um modelo simples, sem grandes mudanças e que atende perfeitamente o seu efetivo. E em casos assim, os recursos não devem ser encarados como gastos, e sim investimentos - investimentos em saúde e rendimento do agente.

E ainda, que nesse exato momento da atual gestão Doria, um novo modelo de uniforme para os agentes da CET estaria sendo apresentado (Fonte/imasgem: Whatsapp). Nisso, caberia sim a administração pública investir em uniformes mais condizentes com a realidade dos agentes da Guarda Civil Metropolitana. Veja ainda: Novas parcerias - Prefeito João Doria, eis a nossa contribuição para a sua gestão

"Hoje apresentamos os novos veículos da CET que atenderão o programa Marginal Segura. Ao todo, foram doados 10 veículos adaptados, 20 motocicletas e 8 ambulâncias. Nós apresentamos também os novos uniformes dos operadores da CET, os antigos "marronzinhos" agora serão chamados de "amarelinhos". Além do aspecto visual, estes uniformes foram feitos para trazer mais segurança e conforto térmico. Tanto os veículos, os uniformes e, inclusive, os óculos, foram doados para a Prefeitura. Mais uma vez, a iniciativa privada apoiando a transformação da nossa São Paulo"!  Prefeito João Doria - Facebook.


Assista pelo seu smartphone


E olha que aqui nem estamos pedindo óculos.
Muito menos da Chilli Beans!

A afirmação sobre 'motivos que não justificariam a compra' cai por terra quando uma análise técnica - como o Estudo da CIPA - é considerado. De qualquer forma, o efetivo da Guarda Civil ainda aguarda por um posicionamento mais humano sobre o assunto. 

2 comentários:

  1. O que chama atenção quando vejo a GCM no centro é a notória falta de padronização de uniformes e signos. Trabalhando no centro a décadas sempre tive contato com esta valorosa instituição e seus agentes, alguns muito garbosos outros nem tanto. Nota-se que há descaso da administração pública no que tange a esta questão, o que afeta negativamente do ponto de vista estético a imagem da corporação, atinge a identidade doa policiais e revela uma certa falta de organização em um ponto tão fundamental, afinal trata-se de uma força armada uniformizada, porém sem uniformidade.

    ResponderExcluir
  2. OLá
    Sou amplamente favorável a que tenhamos um uniforme para os dias do ano que apresente temperatura acima de um limite que iremos definir. Ocorre que não é uma mera liberação de deixar usar a camiseta branca. Optei para retomar no uniforme a camiseta como a que usam nossos ciclistas. Por isso determinei um estudo de modelo e tecido para podermos fazer a aquisição. A GCM precisa ter uniforme de qualidade, confortável e que represente a instituição. Peço desculpas ao efetivo por não ter sido possível neste verão adotar esta medida. Importante relatar ainda, que a camiseta não será para o período de verão e sim para todos os dias do ano em que a temperatura atingir patamares pré definidos por nós.
    Cel José Roberto
    Secretario de Segurança Urbana

    ResponderExcluir

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.