30 março 2017

Após ataque a Doria, Amazon tomou no Kindle (Atualizado)

Prefeito Doria, após ataque publicitário da Amazon, dá a volta por cima ao desafiar a gigante. Outras empresas entraram na briga. Atualização em 30/03/17.

29/03/17 - Por Dennis Guerra: Talvez o título deste texto lhe pareça um tanto exagerado, mas o objetivo é chamar a atenção para a profundidade de uma propaganda que, apesar do seu insucesso, angariou recursos para o próprio cidadão paulistano. No caso, a campanha publicitária da Amazon e o contra-golpe - inteligentíssimo - do prefeito de São Paulo. 

"Depois de toda polêmica em torno da campanha oportunista da Amazon, diversas empresas cidadãs se solidarizaram e resolveram, de forma espontânea, fazer doações expressivas para nossas escolas e bibliotecas municipais. Até o momento, foram doados 219.350 livros, 100 Tablets e 100 computadores. Uma corrente do bem pela educação das nossas crianças. Em nome da Prefeitura, quero agradecer e parabenizar a atitude dessas empresas. Obrigado"! Por  Prefeito João Doria. Veja o vídeo ao final deste post.

A Amazon, que havia soltado uma propaganda criticando a campanha anti-pichação do prefeito de São Paulo, recebeu de João Doria a seguinte desafio: “se a Amazon se importa com São Paulo, que doe livros e kindles”. Veja o vídeo original abaixo:


Muitas pessoas se empolgaram com o desafio, além de se mostrarem indignados com a empresa norte-americana. Talvez aí faltou uma análise mais cautelosa do assunto por parte da Amazon: um estudo de mercado. Segundo alguns sites, mais de 90% dos habitantes da cidade seriam contra as pichações e isso provocou uma péssima recepção da propaganda. Aproveitando-se desta falha na elaboração do vídeo, o prefeito lançou o desafio. Veja ainda: O Marketing Político de João Doria - Uma aula para quem estuda Comunicação


Foi então que outras empresas, como a Multilaser, Saraiva e a Kabum! se anteciparam e ofereceram doações para a prefeitura. A Amazon parece ter se arrependido e anunciou que vai doar centenas de Kindles para instituições. Mas já era tarde, o tiro no próprio pé já havia sido efetuado!

Talvez, por ser uma multinacional e saber da força que possui no mercado, a Amazon tenha se descuidado e não considerou a opinião do seu público-alvo ou, se a considerou como mais uma 'tupiniquês' do povo brasileiro, poderemos dizer que a Amazon tomou no Kindle e virou estudo de caso nas faculdades de comunicação!




Empresas se reúnem com o prefeito




Compartilhe pelo seu Whatsapp e colabore conosco (Clique AQUI)
image

O Cão De Guarda Notícias

Autor e Editor

Dennis Guerra Contato Whatsapp 11 95580-1702

0 COMENTÁRIOS DOS VISITANTES::

Postar um comentário

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.

biz.