Guarda Municipal é finalista para receber selo de práticas inovadoras

A Guarda Civil Municipal de Campo Grande é uma das 11 finalistas para receber o Selo FBSP de Práticas Inovadoras.

16/02/17 - Encaminhado por Daniel Almeida: O Projeto “Patrulha Maria da Penha”, que atende mulheres em situação de violência e vulnerabilidade, é o único realizado por um guarda civil entre os finalistas. A GCMCG concorre com projetos da Polícia Militar, Policia Civil, Brigada Militar e Policia Forense.


Ao todo são dez estados (Distrito Federal, São Paulo, Bahia, Rio Grande do Sul, Ceará, Minas Gerais, Amazonas, Piaui e Mato Grosso e Mato Grosso do Sul) concorrendo para ficar entre as três experiências vencedoras. Os selecionados receberão o Selo FBSP de Práticas Inovadoras – 2017, em uma cerimônia na cidade de São Paulo, no dia 08 de março, Dia Internacional da Mulher. Veja ainda: Em São Paulo criminosos disparam contra guardas civis após abandonarem veículo roubado

O secretário Especial de Segurança Pública e Defesa Social, Valério Azambuja, explica que o trabalho iniciado em 2015, com a inauguração da Casa Mulher Brasileira em Campo Grande, surgiu com a necessidade da criação de um grupo de força de polícia para atender as ocorrências primárias envolvendo a questão da violência contra a mulher.

“Dentro da estrutura da proposta da Casa da Mulher Brasileira, de vários órgãos funcionando simultaneamente e o acompanhamento após o deferimento de medidas protetivas pelo judiciário, era necessário, quando a vítima procura a Casa, conseguir receber o atendimento imediato do Estado. A partir desse momento, quando o Estado responde esse anseio, essa procura, seja através da defensoria, do Ministério Público, do Juizado ou da Patrulha Maria da Penha, quem ganha é a sociedade, com o fortalecimento de políticas voltadas para a proteção das mulheres em especial”, informou o secretário.

O secretário ainda explicou que o mérito da indicação é devido ao trabalho realizado e à atuação dos guardas dentro da Casa da Mulher Brasileira. “A corporação recebe essa notícia com muita satisfação, porque o trabalho é reconhecido e com essa certificação, que com certeza também virá. Será ainda mais valorizado”, finalizou.

A pesquisadora do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Roberta Astolfi, explicou que a iniciativa do Fórum Brasileiro de Segurança Pública objetiva reconhecer práticas desenvolvidas pelas instituições policiais e guardas municipais, com potencial de transformação em cenários de vulnerabilidade à violência.

“O Edital 2017 ‘Reconhecendo o Trabalho dos Profissionais de Segurança Pública’ irá selecionar iniciativas de enfrentamento à violência contra as mulheres em uma ou mais de suas múltiplas formas – física, psicológica, patrimonial, institucional, ciberviolência, etc”, informou.

Ainda segundo ela, na primeira fase serão selecionadas iniciativas, que serão visitadas por uma equipe de pesquisadores do FBSP. “A relatoria dessas visitas será encaminhada para o Comitê de Seleção, que irá escolher as três vencedoras”, pontuou.

O selo também dará origem a uma Casoteca digital – uma coleção online de casos de sucesso – visando a promover o conhecimento e multiplicação das boas práticas desenvolvidas em território nacional. Fonte: CGNotícias.


Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, seja bem-vindo! Faça o seu comentário com responsabilidade. Muito obrigado!

Por Dennis Guerra