10 fevereiro 2017

Deputado quer acabar com Visita Íntima - “Cadeia não é motel”

O deputado federal Paulo Martins (PSDB),  defendeu que um dos meios de acabar com a crise carcerária é eliminar o direito à visita íntima dos presidiários.

10/02/17 - “Presídio não é motel pra criminoso”, disse o deputado. Ele também afirmou, que as mulheres dos presos servem como meio de comunicação deles com o mundo exterior. “Ninguém fala disso porque tem medo. Quem criou o direito à visita íntima “acreditava em ressocialização” e achava que o certo era permitir que o preso mantivesse os laços familiares. Mas o deputado pensa diferente: “Quer manter o casamento, manter a família, mantenha-se livre”. Fonte: Faca na Caveira.




Assista pelo seu smartphone



0 COMENTÁRIOS DOS VISITANTES::

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.