Deputado quer acabar com Visita Íntima - “Cadeia não é motel”

O deputado federal Paulo Martins (PSDB),  defendeu que um dos meios de acabar com a crise carcerária é eliminar o direito à visita íntima dos presidiários.

10/02/17 - “Presídio não é motel pra criminoso”, disse o deputado. Ele também afirmou, que as mulheres dos presos servem como meio de comunicação deles com o mundo exterior. “Ninguém fala disso porque tem medo. Quem criou o direito à visita íntima “acreditava em ressocialização” e achava que o certo era permitir que o preso mantivesse os laços familiares. Mas o deputado pensa diferente: “Quer manter o casamento, manter a família, mantenha-se livre”. Fonte: Faca na Caveira.




Assista pelo seu smartphone



Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, seja bem-vindo! Faça o seu comentário com responsabilidade. Muito obrigado!

Por Dennis Guerra