10 fevereiro 2017

Após criticar uso de radares pela Guarda, Doria põe GCM para escoltar marronzinho

Na campanha, prefeito afirmou que guardas trabalhavam para a 'indústria da multa' em vez de fazer a segurança da cidade.

10/02/17 - Por Márcio Pinho e Cíntia Acayaba, G1 São Paulo: A Guarda Civil Metropolitana (GCM) está escoltando os marronzinhos da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) no trabalho de fiscalização aos motoristas nas marginais Tietê e Pinheiros, em São Paulo. A ação, implementada no início da gestão João Doria, acontece poucos meses após as duras críticas do então candidato ao uso dos guardas para multar motoristas na cidade.


Questionada sobre a escolta prestada pela Guarda, a gestão Doria não comentou a possível incoerência em relação ao discurso de campanha. A CET ressaltou que a GCM não multa os motoristas. "Ela está lá para dar apoio e proteger os agentes de trânsito [que multam apenas motocilcistas com o radar pistola] nas ruas", informou. Nesta semana, um agente da CET foi agredido por um motorista.

Doria colocou como uma de suas bandeiras de campanha tirar os guardas da fiscalização de trânsito para que eles fizessem a segurança de escolas, parques e unidades de saúde.

Guarda acompanha trabalho de agente da CET que realiza fiscalização com radar móvel na Marginal Pinheiros (Foto: Márcio Pinho/G1)

Em uma das inserções na televisão, a campanha afirmava que “todos esses locais poderiam ser mais seguros. Todos eles poderiam contar com viaturas da Guarda Civil Metropolitana, criada para proteger o cidadão. No lugar de contribuir para a segurança pública, sabe onde está a Guarda Civil? Trabalhando para a indústria da multa”, afirmava o vídeo publicitário de Doria. “Não dá mais para a guarda civil metropolitana ficar multando as pessoas, ao invés de cumprir o seu papel na segurança pública, afirmava o então candidato do PSDB. Veja ainda: Duas medidas da SMSU nos últimos dias que merecem uma breve análise

Nesta quinta (9), havia equipes da GCM e da CET na Marginal Pinheiros na região da Berrini, sentido Castello Branco. Três guardas acompanham dois marronzinhos. No mesmo horário, a UBS que fica nas proximidades, no Jardim Edite, contava com o trabalho de um segurança contratado. Não havia nenhum GCM no local. Na quarta (8), na Ponte do Morumbi, eram dois de cada time. Na terça-feira (7), O G1 também constatou o trabalho em equioe dos guardas e agentes da CET na região da Granja Julieta e da Ponte Cidade Jardim. Para saber mais clique AQUI. Fonte: G1.


0 COMENTÁRIOS DOS VISITANTES::

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.