No meio de troca de tiros cidadão surge para, literalmente, apoiar policial - Conheça a sua Fé

08/01/17 - Encaminhado por Luciana Bildner: Durante conversa com o guarda civil que foi baleado em uma aparente tentativa de roubo - considerando que os criminosos partiram para cima depois que identificaram o GCM - na Zona Norte de São Paulo, ele fez o relato abaixo. 


"No momento que eu estava trocando tiros e já caindo com a visão turva, apareceu um cidadão ao meu lado e começou a falar que os criminosos estavam voltando. Ele me disse que eu deveria atirar e se não desse, que eu lhe entregasse a arma. Eu afirmei que a arma eu não entregaria, então ele disse para que eu me apoiasse em seu ombro para revidar os disparos"

E foi assim, com tal atitude, que os criminosos que estavam voltando para conferir o policial e possivelmente levar a arma, desistiram e vazaram. Mas fica uma reflexão: Quem às seis horas da manhã encosta do lado de policial à paisana - no meio de uma troca de tiros - e se oferece para apoiar, senão uma providência divina?

O guarda civil, quando começou a contar, chorou tal qual uma criança. Chorou porque ele sabe o que aconteceu e com certeza conhece a sua fé. E se você acordar amanhã só com aquilo que você agradeceu hoje? Fonte: Whatsapp. Veja ainda: Presidente da Comissão de defesa dos Direitos Humanos da OAB-AM chora pelo massacre em Manaus (!)

Nota do Editor OCDGN - Independentemente do credo de cada um, a postagem acima tem por objetivo nos remeter a um pensamento mais profundo sobre casos como esse. Agradecemos aquele que teve tamanha sensibilidade ao descrever esse diálogo, compartilhando-a via Whatsapp. Muito obrigado!




Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, seja bem-vindo! Faça o seu comentário com responsabilidade. Muito obrigado!

Por Dennis Guerra