25 janeiro 2017

Doria trava luta contra pichadores. Na Sul, GCMs localizam um cadáver

Dória quer lei municipal para multar vândalos que danificam propriedade com pichação. Acusado de pichação seria filho de embaixador. Na Zona Sul, cadáver é localizado pela Guarda Civil. 

25/01/17 - Por Dennis Guerra: Quando se comenta que em todas as profissões existem frutas podres, é justamente disso que estamos falando. Se um jornalista (filho de embaixador) se comporta dessa forma em sua vida pessoal, imagina o que pode fazer ao publicar uma matéria. É disso que estou falando quando vejo o compartilhamento de publicações tendenciosas.


Quem faz isso não gosta da cidade, diz Doria sobre tinta em estátua

Uma estátua em homenagem ao apóstolo Paulo, que dá nome à cidade de São Paulo, amanheceu pintada com tinta vermelha na Praça da Sé, na região central, nesta quarta-feira, 25, dia do aniversário da cidade. Para o prefeito João Doria, o autor do ato não "tem amor próprio" e "fé".

O jornalista Pedro do Amaral Souza foi detido em flagrante por um guarda civil metropolitano (GCM) e levado a uma delegacia, onde assinou um termo circunstanciado e foi liberado.

"Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Civil Metropolitana e sociedade civil não darão sossego aos pichadores". Prefeito João Doria, sobre o grafite do artista Cobra danificado por pichadores. Fonte: Band News.

Filho de embaixador é detido por pichar monumento no centro. Responsável por ataque tem 26 anos e justificou na delegacia que sua ação foi para protestar contra o prefeito João Doria. Em Brasília, por meio de sua secretária, o embaixador disse que não vai se pronunciar Fonte: Veja

O prefeito afirmou que pediu ao prefeito regional da Sé, Eduardo Odloak, que mantivesse a pintura exatamente como foi feita na madrugada. Foto: Felipe Rau/Estadão. Veja ainda: Guardas municipais - Polícia Ponta Firme!

Acompanhado do arcebispo de São Paulo, dom Odilo Scherer, Doria depositou flores no pé da estátua e falou sobre a pintura. "Depositamos as flores aqui não só em homenagem, mas em solidariedade à tristeza que é. Isso é o vermelho do sangue", afirmou o prefeito. Para saber mais clique AQUI. Fonte: Estadão.

Corpo é localizado pela Guarda Civil

Você Repórter - Sabino: Na Zona Sul de São Paulo, guardas civis do Destacamento Ambiental localizam um cadáver (enforcado) no Perímetro Ambiental Balneário Mar Paulista.

Foto: Equipe no local.

Dória quer lei municipal para multar vândalos que danificam propriedade com pichação

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), defendeu na segunda-feira (23), lei que torne mais pesada a legislação contra pichação na cidade, aplicando multa aos autores. De acordo com o tucano, os pichadores que não aceitarem se tornar artistas, muralistas ou grafiteiros serão penalizados “com a lei pública e a legislação que a Câmara Municipal de São Paulo vai colocar muito em breve, ampliando as multas para aqueles que estragarem e prejudicarem a cidade”, disse. “Ninguém gosta da pichação.”

Doria ressaltou que é absolutamente a favor da arte urbana, desde que feita por meio do grafite e de murais, e contra a pichação. “E contra os pichadores vamos agir com absoluta intransigência.”

São Paulo tem uma lei antipichação, de 2007, que não prevê multa Em Curitiba, desde 2013, pichadores podem ser punidos com multas de até R$ 1,6 mil Na cidade gaúcha de Santa Maria, a punição pode chegar a R$ 5,4 mil.

A ideia de multar pichadores é mais um capítulo da “cruzada” de Doria contra a pichação. Na sexta-feira, a Prefeitura informou que “as ações não serão feitas de forma indiscriminada” e “grafite e pichação receberão tratamentos diferenciados”. No fim de semana, pichações e também grafites foram pintados de tinta cinza na Avenida 23 de Maio, que há dois anos abrigava mais de 70 murais.

Quem teve uma obra apagada na via foi o grafiteiro Binho Ribeiro, de 45 anos, com grafites expostos em pelo menos 40 países, incluindo os Estados Unidos. Binho é curador da Bienal do Grafitti, do projeto da 23 de Maio e do Museu Aberto de Arte Urbana (pilastras na Avenida Cruzeiro do Sul, em Santana). Binho definiu a ação da Prefeitura como “massacre” e “ataque violento” a artistas.

“O que ele (Doria) está fazendo na 23 de Maio me parece muito mais pirraça do que uma atitude coerente”, diz ele. “É tão contraditório você se dedicar tanto a educar crianças a gostarem da cidade, a desejarem que fique mais linda e de repente você tem um ataque violento. É muito contraditório com uma postura de alguém que deve ser um representante de todos.”

Legislação

Segundo a Lei de Crimes Ambientais, da esfera federal, a pena prevista para quem pichar um monumento urbano varia de 3 meses a 1 ano, além de multa. A Câmara Municipal até já tentou legislar sobre pichações em anos anteriores. O vereador Adilson Amadeu (PTB) propôs, em 2005, a criação de um “Disque Pichação”. O projeto fala em 0800, mas de acordo com Amadeu, poderia ser o canal de denúncias 156.

Em 2008, a então vereadora Lenice Lemos (PTB) propôs multa para pichações de monumentos públicos ou privados, fixando valores entre R$ 1,5 mil e R$ 3 mil. O texto propunha também que o infrator fosse obrigado a reparar o dano. Caso o projeto de lei citado por Doria seja de autoria do Executivo, o prefeito pode fazer um adendo a alguma lei já existente, modificando o texto.

Detenções

Nas três primeiras semanas de gestão, pelo menos um pichador foi detido a cada dois dias. Foram 13 pessoas conduzidas pela Guarda Civil Metropolitana por “vandalismo”, segundo a Prefeitura.

Conforme informou o jornal O Estado de S. Paulo na segunda-feira (23), o Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), grupo da Polícia Civil especializado em investigações contra o crime organizado, está mapeando pichadores e se prepara para executar prisões coletivas. A informação é da Jovem Pan. Fonte: Jornal Livre.


Compartilhe pelo seu Whatsapp e colabore conosco (Clique AQUI)
image

O Cão De Guarda Notícias

Autor e Editor

Dennis Guerra Contato Whatsapp 11 95580-1702

0 COMENTÁRIOS DOS VISITANTES::

Postar um comentário

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.

biz.