Policial que reagiu e matou bandidos merecia medalha - Por Rodrigo Constantino

08/11/16 - Por Rodrigo Constantino: O Brasil cansa. Tudo é invertido. Vi agora no jornal a notícia do policial que dirigia um Uber e foi vítima de tentativa de assalto, tendo reagido e atirado nos marginais. Morreram os três, um deles com 15 anos. O tom da notícia era simplesmente absurdo: jovens foram baleados. Como assim?

Veja também: Operação conjunta entre Polícia Civil e Guarda Civil localiza grande quantidade de drogas - SP

Eram bandidos, assaltantes, marginais. O policial apenas reagiu, em legítima-defesa, e conseguiu proteger sua vida e sua propriedade. Mas no Brasil ele é condenado por isso, e será investigado por sua conduta, por eventuais “excessos”. O que seria moderado? Aceitar ser roubado? Eis a notícia no G1, com o vídeo de sua reação:

Um policial militar que dirigia um carro do Uber matou dois homens e um adolescente que tentaram assaltá-lo durante corrida na tarde deste sábado (5), na Cidade Líder, Zona Leste deSão Paulo, de acordo com a Secretaria da Segurança Pública (SSP). Um dos homens ainda não foi identificado pela polícia. O outro tinha 19 anos, e o adolescente, 15.

O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa. A secretaria não informou se será aberto procedimento interno para apurar a conduta do policial militar.

De acordo com a pasta da Segurança, o PM, que também é motorista do Uber, recebeu uma solicitação de viagem feita por uma mulher. Ao chegar ao local, havia três homens, que pediram ao motorista para parar na casa de uma amiga no meio do caminho. Quando o carro parou, um dos homens anunciou o assalto e apontou a arma para o policial.


Assista pelo seu smartphone


Aqui nos Estados Unidos esse policial poderia até ganhar uma medalha. Aliás, não é preciso ser policial para ter uma arma e o direito de reagir, para proteger seu patrimônio. No momento em que o “garoto” de 15 resolveu abordar um inocente com um grupo armado para roubá-lo, deixou de ser uma criança e se tornou um potencial assassino, assumindo o risco de sua ação. Para saber mais clique AQUI. Fonte: Blog Rodrigo ConstantinoUm blog de um liberal sem medo de polêmica ou da patrulha da esquerda “politicamente correta”

Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, seja bem-vindo! Faça o seu comentário com responsabilidade. Muito obrigado!

Por Dennis Guerra