Nem tudo é dinheiro - Tráfico de Influência e Informações Privilegiadas também corrompem instituições representativas

24/10/16 - Por Dennis Guerra: Apesar da matéria abaixo, do Fantástico, ser de 2015, o debate ainda está aberto. E fica claro que certas organizações precisam urgentemente de uma investigação séria por parte do Ministério Público e outros órgãos. Não apenas por dinheiro desviado como também pelo o tráfico de influência e informações privilegiadas que, se não caracterizam um crime em si, são o caminho para o prejuízo de outrem.



Dirigentes de sindicatos enriquecem com desvio de dinheiro

Presidente que empregava parentes e família pode ter desviado R$ 100 milhões. Até passeio pela Disney foi feito com o dinheiro dos contribuintes. A missão de um sindicato é lutar por benefícios para os trabalhadores. Certo? Mas em vários lugares do país, não é isso o que vem acontecendo. Esses sindicatos são controlados por dirigentes corruptos, e no fim, o dinheiro sai do bolso do trabalhador e vai direto para o bolso deles. Mesmo que você não seja sindicalizado vai se indignar e muito com essa história, porque pessoas que agem como donos de sindicatos usam dinheiro do trabalhador para ganhar poder e fazer fortuna. “O diretor falou para ele: 'Olha, se você fizer alguma coisa contra a gente, a gente incrimina você e não precisa nem de prova, prova a gente cria, porque a gente compra todo mundo”, diz uma pessoa que preferiu não se identificar. Rio de Janeiro. Sindicato dos Comerciários, mas pode chamar de casa dos Mata Roma. Este é o sobrenome da família que mandava por lá havia quase 50 anos. Mandava e desmandava. “Não era funcionário, não era presidente, não era vice-presidente ou diretor. Eles eram o dono do sindicato”, conta um funcionário. Saiba mais clicando AQUI. Fonte: G1.


Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, seja bem-vindo! Faça o seu comentário com responsabilidade. Muito obrigado!

Por Dennis Guerra