15 setembro 2016

Guardas municipais: O que você pensa sobre a utilização de barba por esses profissionais?

15/09/16 - Por Dennis Guerra: Após a Justiça do Trabalho determinar que a Prefeitura de Florianópolis deixe de aplicar aos seus guardas municipais regras que proíbam o uso de brincos, cabelos compridos, barbas e bigodes “volumosos” - clique AQUI para saber mais - uma grande polêmica surgiu nas redes sociais sobre o assunto.



Logo em seguida, uma pergunta foi encaminhada via Whatsapp para pessoas de várias regiões do país - que acompanham as publicações do OCDGN - limitando o questionamento ao uso ou não de barba:

"Por Dennis Guerra: Pesquisa para o OCDGN: Conforme a polêmica gerada sobre o uso ou não de barba por guardas municipais, qual seria a sua opinião a respeito? O seu ponto-de-vista poderá ser utilizado no artigo. Mas fique tranquilo: Manteremos o anonimato, caso você assim deseje"

Bem, o certo é que a simples explanação sobre o tema já seria motivo para alguns poucos entenderem este texto como algo perigoso e com certo tom de rebeldia. Isso já traria ao autor a possibilidade, ainda que mínima, de ser taxado como subversivo. Contudo traremos sim mais elementos para o debate, pois o que se percebe é que o assunto é realmente extremamente polêmico. Veja ainda: Policiais tatuados - O que você pensa a respeito?

De um lado a Tradição Militar - ainda muito forte nas instituições civis municipais. Nele, a tradição - ainda que não considerada abertamente militar, deve prevalecer.

Por outro, opiniões que demonstram o fato das instituições municipais possuírem em si o viés militar na sua essência, mas que não seria o caminho de crescimento das guardas municipais.

---------------------------------------------------------------------------------------

Contra

- A relação entre as práticas operacionais e uma possível facilitação na identificação de seus agentes é o cerne dos que se colocam contrário, considerando que o uso de barba permitiria destacar um entre tantos policiais. Todavia, nesse mesmo quesito, muitas instituições municipais recebem denúncias anônimas contra os seus agentes. Logicamente isso é algo imposto pela sociedade civil que exige das polícias cada vez mais transparência.

- Outro ponto é que a barba facilitaria a identificação pela bandidagem, assim como tatuagens em pares do corpo visíveis além do uniforme - braços, por exemplo. 

- Alguns alegam também que isso em si é uma demonstração de 'esquerdismos' e que, algo assim, não combina com instituições tradicionalmente de direita. Se fosse assim, que os integrantes interessados em aderir a tais 'comportamentos' deveriam fazê-lo durante os seus períodos de férias ou até mesmo em um possível desligamento das corporações.

Foto: Dennis Guerra

- E existem aqueles que apenas entendem que a forma atual torna o vislumbre dos agentes mais elegante. E ainda, outros consideraram que a barba poderia trazer qualquer tipo de desalinho ao não estar bem aparada.

Comentário: "... Com a obrigação de fazer o guarda já anda cabeludo e barbudo, imagina se liberar...vai virar homem das cavernas...rsrs..."

---------------------------------------------------------------------------------------


A favor

- Nessa linha, os defensores - do uso de barba ou cavanhaque - alegam que as guardas municipais não devem possuir características militares - citando a Lei 13.022/14 - mas que a padronização é algo primordial, ou seja, barba e cavanhaque bem aparados.

Foto: Carabinieri da Itália


- Que constantemente são imbuídos para respeitar as diferenças entre as pessoas e diferentes povos - cursos e palestras foram destacadas - e, que, no seu dia-a-dia são cerceados do direito individual pela justificativa que isso seria em prol do coletivo.

- Consideram que a tradição é importante, mas que deve-se tomar um certo cuidado. Se a tradição fosse mantida a 'ferro e fogo' hoje nem ao menos as mulheres teriam o direito ao trabalho, quanto mais a opinar sobre tais assuntos.

- Também foi citado que o uso de barba ou cavanhaque em nada diferencia o bom do mau profissional. Se fosse assim, a Polícia Federal - que permite o uso de barba e cavanhaque, independente de não ser fardada - não seria uma das instituições mais respeitadas pelos brasileiros.

- Também foi citado que aqui temos a 'mania de copiar' - ou ao menos, tentar se espelhar - no que ocorre em outros países, mesmo que tais medidas estejam fora de nossa realidade. Mas que, quando as medidas poderiam trazer respeito aos direitos do policial, somos esquecidos.

Foto: Policial da Guarda Nacional Republicana, em Portugal. (Foto: Copsadmirer/Flickr)

- E, por fim, alegam que - assim como as tatuagens - tais meios poderiam desvencilhar os agentes do ataque de criminosos, ao menos dando um tempo maior de reação enquanto persistisse dúvidas nos meliantes. Logicamente, tal 'vantagem' poderia desaparecer com tempo, considerando que a novidade acabaria um dia. Ainda assim defendem tal vantagem.

Comentário: "... O problema do militarismo é que só trazem a parte ruim. Por que não se inspiram também na capacidade técnica, principalmente na parte logística?"

---------------------------------------------------------------------------------------

O assunto é muito extenso. Até mesmo comentários alegando que os 'mais tradicionais querem manter o Statos Quo conquistado' e, no sentido oposto, afirmações que 'algumas pessoas não sabem o que querem como policiais' foram recebidos.



Eleições 2016 - Enquete O Cão De Guarda Notícias (Participe): 13/09/16 - Por Dennis Guerra: Na barra lateral do O Cão De Guarda Notícias existem duas enquetes sobre as Eleições 2016, sendo uma para Prefeito e a outra para Vereadores. Ambas estarão disponíveis até 29/09/2016 - dada para encerramento da propaganda eleitoral gratuita. Participe - e não se preocupe: não existem mecanismos de rastreamento sobre a escolha de seu voto.



O que deixamos aqui é um apanhado mínimo de diferentes opiniões. Obrigado a todos que participaram. E você, o que pensa a respeito?


Sobre o autor: Dennis Guerra, idealizador e editor O Cão De Guarda Notícias
em um momento de descontração, curtindo as férias!



6 comentários:

  1. acredito não haveria problema nenhum, para queles mais modernos , mais para os mais antigos que estão acostuma, com a filosofia militar, ai sera um grande problema,

    ResponderExcluir
  2. Primeiramente as GCMs como no nome já vem " civil" , não há porque a proibição da utilização de barba por seus integrantes . A barba de um homem não e objeto de vergonha mais sim de orgulho . Os grandes martires e heróis faziam a utilização de barba , bigode etc. Como Dom Pedro I e II , Marechal Teodoro da Fonseca etc. Tira Dentes e retratado com barba para dar um ar de mais seriedade . Isto e uam forma de discriminação estática .

    ResponderExcluir
  3. https://secure.avaaz.org/po/petition/Ministerio_Publico_do_Trabalho_Deixem_os_Guardas_Civis_Municipais_usarem_barba/?cDjrCkb
    Se puder dar uma força. Sou GM e sou proibido de usar a minha barba.

    ResponderExcluir
  4. https://secure.avaaz.org/po/petition/Ministerio_Publico_do_Trabalho_Deixem_os_Guardas_Civis_Municipais_usarem_barba/?cDjrCkb

    ResponderExcluir

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.