03 julho 2016

Forças Ocultas - É sempre mais fácil apontar para baixo!

03/07/16 - Por Dennis Guerra: Por mais que eu tenha entendido que a questão do texto abaixo, elaborado pelo respeitável Inspetor Elvis Jesus - por quem sinto profunda admiração - tenha como objetivo mostrar que '... uma ação isolada pode colocar em risco todo um trabalho...', assim como comentou comigo outro colega, acabamos por deixar de lado outros pontos primordiais sobre o conjunto da obra.


Sobre isso, quando você tem a possibilidade de aprimorar Conhecimentos, Habilidades e Atitudes, forças ocultas - como bem diria Jânio Quadros - limitam tais possibilidades por conta de seus interesses individuais ou pela vã justificativa de limitar tais treinamentos a um simples ralo - técnicas às quais pessoas são colocadas em situações extremas para testar os seus próprios limites físicos e psicológicos.

Veja ainda: CFSU apresenta o Curso de Técnicas Operacionais e Primeira Resposta aos GCMs (Atualizado)

Logicamente, o impacto disso reflete para todos e não pode ser definido como uma simples 'ação isolada'. No final, a responsabilidade é compartilhada. Mas eu fico me questionando se as preocupações com o resultado negativo poderiam, em algum momento, atingir tais 'forças ocultas'. Creio que não, afinal é sempre mais fácil apontar para baixo!

Por falar em Jânio Quadros, veja a sua felicidade ao ver a Guarda Civil em desfile - aquela mesma que ele criou e defendia de tudo e de todos! Foto: Augusto Frederico Antunes - Guty.


Por Elvis de Jesus - USO DA FORÇA LETAL: "Não há legitimidade em se fazer disparos de arma de fogo sem confronto real, um tiro nas costas de alguém desarmado sempre será complicado e de difícil explicação. As GCM são instituições frágeis, os supedâneos legais são novos, precisam ser cimentados na sociedade, interessante observar que a Lei 13.022/2014 foi atacada no STF questionando sua validade constitucional, sairemos vencedores, isso é certo, mas precisamos nos resguardar de eventos questionáveis pelos desinformados de plantão. O sistema de rádio existe pra que finalidade? O cerco é o protocolo, o uso progressivo da força é um mandamento legal, a perseguição nos pareceu um pouco precipitada, os disparos para estourar..." Fonte: Whatsapp.




Um comentário:

  1. Não concordo com o texto do Inspetor, a lei é para ser cumprida, o problema é que nesse país (p é minúsculo mesmo) existe a "cultura" da lei que pega e não pega, quando interessa aplica-se ou então esquece ou inventa um monte de empecilhos, o triste nisso tudo não é ver pessoas alheias falar asneira da GCM, é ver pessoas da instituição calar-se e compactuar com situação como essa, expondo-nos ao vexzme público...

    ResponderExcluir

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.