07 junho 2016

Guardas civis vem a público se desculparem por ato

07/06/16 - Por Cléber e Rodrigo: Nota de Desculpas - Nós, GCMs Cléber e Rodrigo, por meio desta nota de desculpa nos dirigimos a todos integrantes da Guardas Civil Metropolitana, Guardas Municipais e demais instituições de segurança pública pelo vídeo veiculado através das redes sociais. Veja também: Atitudes individuais e as suas consequências para a organização - Atualizado

No mês de maio quando de serviço na região da Luz, o referido vídeo mostra o GCM Cléber oferecendo um refrigerante a dois transeuntes, que provavelmente são vítimas do nefasto mundo do Crack, que aceitam e ao se aproximarem, esse servidor público bebe deixando os dois cidadãos encabulados com a situação.

Esse ato reprovável se deu por pura imaturidade deste GCM que reconhece seu erro e se envergonha de seu ato, pois tanto o GCM que aparece nas imagens como seu colega de trabalho que filma toda ação nunca tiveram o intuito de humilhar ou diminuir qualquer pessoa em situação de risco que circulam pela região da Luz e tudo ocorreu de forma inesperada em sem prévio acordo dos envolvidos. Veja ainda: Guarda Civil Metropolitana auxilia parto durante a Virada Cultural

Ressaltamos nossa aptidão nos trabalhos desenvolvidos pela Guarda Civil Metropolitana através de seus valorosos integrantes que incansavelmente vem garantindo o respeito aos Direitos Humanos daqueles cidadãos há anos de forma ímpar, tanto é fato que nós nos oferecemos de forma voluntária em compor a futura Inspetoria de Redução de Danos.

Nos apresentamos a Divisão de Disciplina da Guarda Civil Metropolitana e assumimos nosso ato e aceitamos sermos responsabilizados de forma justa e proporcional ao mal causado a sociedade.

Ressaltamos que nunca tivemos uma rusga que seja em nossa conduta profissional, e que de forma justa seja levada em consideração tanto pela opinião de nossos colegas de trabalho como aos agentes públicos que aplicarão as devidas sanções disciplinares.

Estamos sofrendo criticas de pessoas da corporação e fora dela, que acatamos subservientes, ao mesmo tempo algumas pessoas demonstraram solidariedade com nossa angustia pelo nosso ato que não nos furtamos, contudo como diz o velho ditado que “Errar é humano; perdoar é divino” pedimos perdão pelo malefício de nosso ato imaturo, principalmente aos cidadãos a quem desrespeitamos. De coração, nos perdoem. Fonte: Whatspp





Compartilhe pelo seu Whatsapp e colabore conosco (Clique AQUI)
image

O Cão De Guarda Notícias

Autor e Editor

Dennis Guerra Contato Whatsapp 11 95580-1702

0 COMENTÁRIOS DOS VISITANTES::

Postar um comentário

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.

biz.