05 junho 2016

Guarda civil é assassinado - "E agora, galera dos Direitos Humanos, vão protestar"?

05/06/16 - Na tarde de ontem o Guarda Civil Manoel C. Souza Frazão foi assassinado na região da Avenida Otávio Braga de Mesquita, próximo ao Bairro do Taboão, em Guarulhos. Segunda as informações, alguns elementos invadiram a loja na qual estava o guarda civil e, ao descobrirem a sua profissão, efetuaram disparos de arma de fogo, atingindo o seu rosto. Fonte: Whatsapp. Veja também: Polícia no Brasil é 'um corpo caído no chão frio, ao lado do sangue quente'



"E agora, galera dos Direitos Humanos, vão protestar? Não né, porque quando um homem de bem que trabalha em prol da segurança pública morre, ninguém protesta. Só quem tem direito à defesa e mimimi na TV é bandido". Por Cris Marques.

Fonte/imagem: Cris Marques - Facebook


Um comentário:

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.