2010 / 2017

"Para que o mal triunfe, basta que os bons não façam nada"
Edmund Burke

"O Cão De Guarda Notícias era uma janela para o mundo que esteve aberta entre os anos de 2010 a 2017, deixando agora um vazio enorme em meu coração" Por Dennis Guerra

16 junho 2016

E mais uma vez, são os agentes públicos que acabam por carregar o peso dos pecados do mundo! - II

16/06/16 - Por Dennis Guerra: Incrível a repercussão das denúncias promovidas pelo Padre Júlio Lancelotti na última semana sobre a suposta - eu disse, suposta - relação entre as mortes de cinco moradores de rua e as operações realizadas por guardas civis, chamadas Reorganização do Espaço Público. Veja também: No final, são os agentes públicos que acabam por carregar o peso dos pecados do mundo! - Atualizado

Logo na sequência, a grande mídia abraçou a causa do padre, que chegou a afirmar que "... a Guarda Civil de civil não tem nada...". A causa do padre a sua arquidiocese seria uma das mais nobres, se não tivesse um viés tão mesquinho: colocar a culpa do mundo nas costas de policiais honestos.

Tudo isso ainda repercute nos compartilhamentos inescrupulosos e sem fundamento de outros grupos. Veja o ocorrido no Facebook, na página Admiradores Rota:


E não adianta apagar depois do estrago feito. Para, no mínimo, fazer algo digno, compartilhe algo relevante em nome dos guardas que foram tão duramente ofendidos. Ah, e não esqueçam que telhado de vidro quebra fácil.



No Twitter da Prefeitura, uma frase fora de tom coloca ainda mais lenha na fogueira, quando faz com que a opinião pública se revolte ainda mais com a corporação municipal:


Nisso, o Vereador Ari Friedenbach veio a público fazer defender a classe policial do município, em vídeo produzido por ele mesmo:


E após toda a repercussão negativa, o prefeito afirma aquilo que todos os guardas civis e pessoas de bem já sabiam: que não existe relação entre as mortes dos moradores de rua com a ação dos guardas civis metropolitanos:

Haddad: “Não há vínculo entre GCM e óbitos de moradores de rua”

Segundo o prefeito de São Paulo, um decreto vai regulamentar o comportamento da prefeitura na abordagem a moradores de rua. O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, afirmou em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (16) que as investigações pedidas pela prefeitura não encontraram qualquer relação entre o óbito de moradores de rua na capital e a suposta ação higienista da Guarda Civil Metropolitana (CGM). O prefeito prometeu publicar um decreto no próximo sábado (18) com um protocolo de comportamento para a prefeitura lidar com moradorea de rua. Haddad tomou a palavra tratando da polêmica sobre as mortes: “Até o momento não há nenhum vínculo entre a GCM e os óbitos ocorridos”, disse, ao garantir que tudo “foi investigado e não houve abordagem da GCM aos moradores. Portanto, as acusações que fizeram não se mostraram corretas”. Para evitar abusos, o prefeito pretende publicar um decreto com diretrizes de comportamento para a prefeitura e empresas contratadas que precisem lidar com os moradores de rua. Sobre o assunto, quem falou foi o secretário de Direitos Humanos, Felipe de Paula: “Os objetos pessoais não podem ser levados em hipótese alguma”. Haddad também disse que a acusação de higienismo se deveu à má interpretação feita por um jornalista sobre uma frase sua em que teria comentado a remoção de moradores de 17 praças públicas: “Quem fez o Braços Abertos (para dependentes de crack) não pode ser acusado disso (higienismo). (…) Não houve higienismo nenhum...”. Para saber mais, clique AQUI. Fonte: Brasileiros.

Mas, durante pesquisa para a produção de uma matéria para o OCDGN, encontramos cobertores jogados fora pelos moradores de rua. Logicamente o fato de jogarem as doações no lixo lhes é de direito. Mas aqui existe uma certa ironia, quando citado lixo, considerando que o material está jogado em praças e ruas - conforme as mesmas afirmações dos guardas metropolitanos, de que recolhem apenas o que foi dispensado pelos 'necessitados'. Apenas o que foi dispensado significa jogado fora!


Fotos: Dennis Guerra

E tem mais imagens da área central de São Paulo




E mais uma vez, são são os agentes públicos que acabam por carregar o peso dos pecados do mundo!



Um comentário:

  1. E vamos continuar atendendo o famoso Z08, esse negócio do GCM ficar perguntando se o morador quer auxílio do CAPE é uma vergonha, NÃO É SERVIÇO DA GUARDA, a única fala certa desse padre sem vergonha, cabe a assistência social e saúde e não a GUARDA CIVIL...

    ResponderExcluir

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.

Tecnologia do Blogger.