15 março 2016

Família Pracownik - "Ganho o meu dinheiro honestamente..."

15/03/16 - A foto abaixo com esta família que saiu para o protesto hoje e levou seus filhos aos cuidados de uma babá negra uniformizada foi exaustivamente explorada nas redes sociais por críticos das manifestações. Veja também: Manifestações no Brasil - Estaríamos amadurecendo politicamente?

Ao retornarem pra casa, depois de sentirem-se em dia com o dever cívico, no qual acreditam, foram surpreendidos por suas imagens espalhadas pela rede debaixo de muitas críticas. Cláudio Pracownik e Carolina Maia Pracownik publicaram um texto no Facebook sobre a foto deles com a babá e as duas crianças. Segue o texto abaixo. Veja ainda: Lula - Ministro?!

"Ganho meu dinheiro honestamente, meus bens estão em meu nome, não recebi presentes de construtoras, pago impostos (não propinas), emprego centenas de pessoas no meu trabalho e na minha casa mais 04 funcionários. Todos recebem em dia. Todos têm carteira assinada e para todos eu pago seus direitos sociais. Não faço mais do que a minha obrigação! Se todos fizessem o mesmo, nosso país poderia estar em uma situação diferente A babá da foto, só trabalha aos finais de semana e recebe a mais por isto. Na manifestação ela está usando sua roupa de trabalho e com dignidade ganhando seu dinheiro. A profissão dela é regulamentada. Trata-se de uma ótima funcionária de quem, a propósito, gostamos muito. Ela é, no entanto, livre para pedir demissão se achar que prefere outra ocupação ou empregador. Não a trato como vítima, nem como se fosse da minha família. Trato-a com o respeito e ofereço a dignidade que qualquer trabalhador faz jus. Sinto-me feliz em gerar empregos em um país que, graças a incapacidade de seus governantes, sua classe política e de toda uma cultura baseada na corrupção vive uma de suas piores crises econômicas do século. Triste, só me sinto quando percebo a limitação da minha privacidade em detrimento de um pensamento mesquinho, limitado, parcial cujo único objetivo é servir de factoide diversionista da fática e intolerável situação que vivemos. Para estas pessoas que julgam outras que sequer conhecem com base em um fotografia distante, entrego apenas a minha esperança que um novo país, traga uma nova visão para a nossa gente. Uma visão sem preconceitos, sem extremismos e unitária. O ódio? A revolta? Estas, deixo para eles." Fonte: Geração de Valor - Facebook.

‘O pobre é que sofre’, diz Angélica, babá de foto polêmica em manifestação. Veja AQUI.


0 COMENTÁRIOS DOS VISITANTES::

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.