24 fevereiro 2016

Muitas vezes, as perguntas são mais importantes do que as respostas!

24/02/16 - Por Dennis Guerra: Ao comentar sobre a importância de se manifestar de forma apropriada - caso comum essa linha de raciocínio a este editor - fui indagado pela inconveniência de utilizar, como exemplo, um vídeo onde parentes de presidiários se manifestavam sobre os direitos dos internos que estariam sendo cerceados. Veja também: Redes sociais e candidatos a Concurso Público - Fiquem atentos!

Quando, em certo momento, eu comentei que muito do que nos acontece é fruto de nossa própria anuência - formal ou não. Veja ainda: Eu tenho outros 500 motivos para Dar O Meu Sangue Por São Paulo!

"Aí, ontem eu falava sobre nos faltar 'vergonha na cara' - Derivada da nossa costumeira mania de jogar a culpa nos outros, fugindo assim de nossas responsabilidades pelo coletivo - Recebi o vídeo abaixo que mostra isso. Independente dos motivos, razões e se eu concordo ou não com eles - considerando que, como agente de segurança pública, e o que diz a própria Lei 13.022/14, dentre outras, não seria correto e ético eu simplesmente afirmar que 'bandido bom é bandido morto' - Não é necessário 'defender bandido' para saber que todo o sistema está errado - mas não posso negar o mais importante: Quem está insatisfeito, se manifesta da forma correta"! Por Dennis Guerra no Grupo O Cão De Guarda Notícias - Whatsapp. E mais: Assunto encerrado (?!)

Dito isso, vamos analisar o vídeo abaixo. Foque não nos motivos das famílias e sim na atitude de se movimentar por algo que lhes é importante. Posso não concordar com as suas reclamações, mas não vou minimizar o valor do esforço em conseguir o que almejam. E antes que você critique este texto, pergunto: Você esteve no movimento Quero Dar o Meu Sangue Por São Paulo? É parceiro, ele está plenamente relacionado com você - por mais que negue!


E mais: compartilhar por compartilhar a informação, sem 'pensar' o mínimo sobre o assunto, não tem mais sentido - se é que já teve em algum momento. Segundo uma frase, atribuída ao Senhor Clóvis Pereira, Presidente do Sindguardas-SP, "Mais importante do que 'o que possa parecer' alguma coisa, é a interpretação que temos sobre ela, porque podem levar a vários entendimentos".

E quanto mais informações temos a respeito, quanto mais você discute o tema, mais a sua forma de entender toma diversas outras possibilidades de abranger o mesmo tema sem, contudo, fixar em apenas uma opinião. É isso que nos traz o senso crítico. É isso que torna o mundo maior! Eu posso não ter escolhido o melhor vídeo para exemplificar algo, mas pergunta é: Dentro na minha análise, ele está plenamente inserido?

A minha mãe - uma senhora humilde, que educou os filhos da mesma forma que foi educada - costumava me dizer, na minha infância, quando queria nos chamar a atenção para algo: "Faça o que estou mandando, eu sou a sua mãe". Eu sempre entendi a questão da autoridade imposta, mas sempre com uma opinião formulada na garganta: "É só isso? Só porque ela é a minha mãe"? 

Eu sempre estive atrás de respostas.
Mas, muitas vezes, as perguntas são mais importantes



0 COMENTÁRIOS DOS VISITANTES::

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.