Guarda civil é agredido por baderneiro em frente a Prefeitura de São Paulo e é socorrido por colegas (Cara, você tem ideia? - Por Jonas Sathler)

22/02/16 - Por Dennis Guerra: Em linhas gerais, concordo com esse garoto. Na moral: o moleque tem visão. Mas o importante agora é dar destaque ao título acima. Fonte: Jonas Sathler - Facebook. Veja também: Delcídio do Amaral - "Se me cassarem, levo metade do Senado comigo"



"Infelizmente tivemos dois companheiros (guardas) rendidos pela criminalidade, que cada vez mais estão ousados. Assim como muitos guardas, e eu me coloco nesse rol, que tiveram suas vidas ameaçadas e sofreram atentados por esses covardes. Mas venho acompanhando a evolução das guardas espalhadas pelo Brasil e no nosso Estado. Pois bem, o que se percebe é que na sua maioria vem se preparando para o cumprimento do Art. 144 da constituição e da lei 13022/14, assim elas além de proteger o patrimônio público, também estão efetivamente preparando e se especializando para a proteção de sua população. Veja ainda: Agentes da GCM são rendidos por marginais fortemente armados no Recanto dos Humildes, região de Perus - SP

Mas como proteger a população se a criminalidade está cada vez mais brutal e melhor equipada?

Em resposta a essa pergunta muitos prefeitos tem desenvolvido plano de segurança, envolvendo suas secretarias de segurança urbana/pública e os comandos de suas guardas, equipando com viatura adequadas, pistolas e armamento como M4, SAFIR T-14 e espingarda calibre 12, mas para o manuseio desse equipamentos houve a necessidade de criar unidades elitizadas uns estão como ROMU mas tem municípios que usam outras nomenclaturas mas todas voltadas para o mesmo fim, proteger a população e os guardas que cumpre um trabalho de excelência seja numa escolha ou em qualquer outro posto. 

A primeira guarda a criar a ROMU foi Guarda Civil de São Paulo, como já sabemos já extinta, mas temos outras unidade que são tecnicamente capacitada para exercer essas funções como o CANIL, GUARDA AMBIENTAL, IOPE. Todavia a falta de interesse por parte do Sr. Prefeito, secretário e dos que são subordinados tem levado a GCM/SP ao status de vigilância patrimonial,  ou em atividades socias (Cracolândia ou outras),  indo na contramão da lei da vontade do paulistano e dos bravos guardas que cada vez mais entende seu valor como Policial Municipal.

Guarda civil é agredido por baderneiro em frente a Prefeitura de São Paulo e é socorrido por colegas

Um manifestante ameaçou o guarda civil. Foi dado voz de prisão e entraram e vias de fato caindo no chão, onde o policial bateu a cabeça e foi levado desacordado para o hospital, mas passa bem. Fonte: Whatsapp.

Assim, não coloco esse meu texto como um desabafo retórico mas  sim como uma reflexão a todos os paulistanos que detém o poder (todo poder emana do povo) o que queremos para a nossa cidade?

Você cidadão pode mudar isso tudo, pense, tá chegando a hora de você fazer a diferença" Por Reinaldo Tenório.



Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, seja bem-vindo! Faça o seu comentário com responsabilidade. Muito obrigado!

Por Dennis Guerra