O que acontece com as balas quando se atira para o alto?

08/12/15 - Atirar para o alto é uma forma muito comum de se celebrar algum evento especial ou mesmo fazer homenagens em muitos países pelo mundo. Mas em algumas ocasiões, o que era para ser um festejo acaba em tragédia. Veja também: Imagens inéditas da truculência policial no Brasil

Quando a bala atirada para o ar retorna para o solo ela pode atingir pessoas, e algumas mortes acidentais já foram registradas em situações como essa. Na última segunda-feira, o primeiro-,inistro do Iraque, Haider Al-Abadi, pediu que os cidadãos encontrassem outras formas de celebrar. Estudos sugerem que, apesar de a velocidade de uma bala caindo ser bem menor do que a de uma que acabou de sair da arma, ela é, ainda assim, suficiente para matar. Fonte de pesquisa: BBC

Dependendo do ângulo em que o atirador aponta a arma, pode, sim! Se o tiro for dado exatamente para cima, em um ângulo reto, de 90 graus, a bala provavelmente não vai matar alguém, mas pode causar acidentes graves. "Ao atingir uma certa altura, a velocidade do projétil cai a zero e ele despenca como se fosse uma pedra pequena, mas a resistência do ar não deixa a bala passar de 270 km/h no fim do trajeto. Para perfurar o tecido do corpo, ela precisaria atingir pelo menos 350 km/h", afirma o químico americano Lucien Haag, ex-diretor do Laboratório Criminal de Phoenix, nos Estados Unidos. A situação complica quando o tiro é disparado em ângulos menores. Nesses casos, o projétil traça um arco no céu sem chegar a parar e boa parte da velocidade inicial é mantida.


Para piorar, como a bala sai do cano girando, ela fura o ar como se fosse uma broca e acaba caindo com a ponta virada para baixo, quase sem perder o pique. O drama é que uma bala atirada de um revólver calibre 38 parte a 1 042 km/h. O projétil de um fuzil AR-15 é ainda mais veloz: atinge 3 500 km/h. Mesmo que elas percam metade da velocidade no trajeto, o tiro dado para cima ainda pode ser letal. Fonte de pesquisa: Mundo Estranho



Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, seja bem-vindo! Faça o seu comentário com responsabilidade. Muito obrigado!

Por Dennis Guerra