Jair Bolsonaro e Raquel Sheherazade irão compor chapa para concorrer à Presidência da República em 2018?

13/12/15 - Por Dennis Guerra: Informações desencontradas que pipocam pela internet são um risco tão grande à credibilidade dos meios de comunicação que, em certos momentos, fica difícil até mesmo o rastreamento confiável da fonte original. Veja também: Michel Temer vira meme nas redes sociais após carta enviada a Dilma


Uma das mais interessantes nos últimos dias afirma que Jair Bolsonaro e Raquel Sheherazade comporiam uma coligação para saírem candidatos a presidente e vice em 2018.

Após uma intensa pesquisa pela fonte da notícia, me deparei com alguns sites informando que a notícia vinha, originalmente, do canal Diário do Brasil - Mídia Independente. Bem, parte disso é verídico, pois o DB realmente publicou a informação. A questão é que poucos olharam um detalhe ao final da matéria, onde você poderá visualizar ENFU.com.

Desse sítio, que apresenta-se como um produtor de informação, humor e patacoadas - Shownalismo - parece que a notícia veio se espalhando por outros meios de comunicação. Nos mesmos moldes do Joselito Müller - Jornalismo Destemido!, que divulga notícias fantasiosas, o ENFU! deve ser analisado pelo mesmo prisma de desconfiança por quem busca fontes confiáveis. Veja abaixo o texto: 

"... Nem Lula, nem Aécio, nem Marina. A candidatura de Jair Bolsonaro como presidente e Rachel Sheherazade como vice já é dada como certa e com possível vitória no primeiro turno. Nos bastidores políticos a notícia caiu como uma bomba e amedronta os políticos profissionais que sonhavam em ocupar a presidência. A chapa que une Jair Bolsonaro e Rachel Sheherazade já começou as articulações para fazer tremer a disputa eleitoral de 2018. A dupla procura um partido que acolha suas “10 Propostas para Melhorar o Brasil”. De antemão estão excluídos o PT e o PSDB. A ideia da chapa é acabar com este duelo que se repete por décadas..." Para saber mais clique AQUI. Fonte: ENFU.com

Esta matéria não tem o intuito de afirmar a total impossibilidade dessas duas candidaturas, tampouco sobre a possível unificação de chapas - primeiro, porque a jornalista Raquel Sheherazade jamais afirmou pertencer a alguma. O mais importante é analisar essas informações com um cuidado maior. Até que a informação venha de fontes confiáveis, aqui a consideraremos como irreal.

A nossa busca é tão somente por informações confiáveis ao público, demonstrando que certas notícias, por mais expectativas que possam causar, podem não ser reais.



Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, seja bem-vindo! Faça o seu comentário com responsabilidade. Muito obrigado!

Por Dennis Guerra