2010 / 2017

"Para que o mal triunfe, basta que os bons não façam nada"
Edmund Burke

"O Cão De Guarda Notícias era uma janela para o mundo que esteve aberta entre os anos de 2010 a 2017, deixando agora um vazio enorme em meu coração" Por Dennis Guerra

18 dezembro 2015

Deputado Jooji Hato tenta novamente impedir o direito dos motociclistas de transitarem com garupas. E aí Alckmin: vai ceder?

18/12/15 - Por Dennis Guerra: É impressionante como o Estado não é capaz de prestar um serviço de qualidade e empurra a conta para o povo. Outro dia estive e uma agência bancária para efetuar um depósito. Veja também: Vergonha!






Enquanto aguardava na fila, lembrei que eu não poderia fazer uso do meu celular porque uma lei estadual me proíbe (nos proíbe, para ser mais exato). A justificativa? Evitar a famosa modalidade de crime chamada saidinha de banco. A pergunta é: acabou? Claro que não! Todos os dias inúmeras ocorrências do tipo são registradas.

E agora o Governo do Estado vem com uma nova... ou melhor, uma velha tentativa. Digo velha por isso já ter sido sugerido inúmeras vezes. Me lembro lá pelos idos de '97: o velho dinossauro da política paulistana, Jooji Hato, que parece não ter outro objetivo senão considerar os motociclistas o Inimigo Número 1 do Estado, apresentando o seu projeto de lei.

Neste projeto, o trânsito de motocicletas com dois ocupantes fica proibido de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h30 e das 23h às 5h. Sábados, domingos, feriados e demais horários estariam liberados. A proibição seria válida para áreas urbanas de municípios com a população superior a 1 milhão de habitantes (capital, Guarulhos e Campinas). O objetivo do projeto é evitar a chamada "saidinha de banco", os assaltos durante a madrugada e "proporcionar mais segurança para os motociclistas". O projeto de lei também obriga o uso de capacetes e coletes com o número da placa da motocicleta afixado na parte de trás dos mesmos em dimensões e cor fluorescente que o mantenha legível, inclusive à noite.A multa por descumprimento da lei seria de R$ 130 para cada infração cometida. O projeto será encaminhado para sanção do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), que terá 15 dias para decidir se aprova ou não. Fonte: G1

Em 2011, o mesmo projeto também foi aprovado na Assembleia Legislativa, mas acabou vetado por Alckmin. Será que o Governador continuará com a mesma posição firme ou, após a malfadada tentativa de reorganizar as escolas estaduais, vai arriscar a assinar essa porcaria de lei?

Sim, porcaria. Nós motociclistas não temos culpa das ações criminosas que ocorrem a cada minuto no país, pelo contrário, somos vítimas corriqueiras de criminosos em motocicletas. E mais uma vez surge a pergunta: Quem sai de casa para praticar um crime, está preocupado em obedecer leis? Claro que não! E quem vai pagar a conta da incompetência do Estado? Nós, os cidadãos de bem.

E, considerando que o veículo é descrito em sua documentação como sendo de dois lugares, imagino que o Estado vai reembolsar parte do valor pago nos impostos. SQN!


Foto original: Espero que ela continue assim!

Deputado Jooji Hato e Governador Alckmin, tomem vergonha na cara e cuidem de
suas polícias. Elas sim merecem toda a atenção!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.

Tecnologia do Blogger.