18 dezembro 2015

Brasileiro acha mais grave blasfêmias do que 'pequenas' fraudes - Isso tava na cara!

18/12/15 - Por Dennis Guerra: Na matéria do Estadão, um tema muito interessante surge: o brasileiro - de modo geral - acha mais grave blasfêmias do que 'pequenas' fraudes. Veja também: Sabe o porquê das polícias brasileiras serem como são?



Isso me lembra certa vez, caminhando por uma calçada em frente à uma igreja, quando tive que desviar pela pista de rolamento porque a calçada estava sendo utilizada como estacionamento pelos religiosos. Não resisti e perguntei a uma das pessoas ali presentes: Diz aí: vocês estão rezando a Deus para te perdoarem os pecados e reservar um lugar no Paraíso. E aqui na calçada nós que nos danemos? Veja ainda: Ministro do STF fala em cooptação e bolivarização da Corte

Como eu já falei sobre isso em deveríamos sentir uma vergonha tão profunda, que nem ao menos conseguíssemos olhar as nossas caras no espelho pela manhã, só preciso agora destacar que furar fila, não ceder lugar aos mais velhos e necessitados nos coletivos e transferir pontos da carteira de habilitação para outra pessoa são, no final, a mesma patifaria. Veja a matéria completa em clicando AQUI. Fonte: Estadão.

É como eu sempre digo: Não adianta jogar tudo na conta do Criador.


Compartilhe pelo seu Whatsapp e colabore conosco (Clique AQUI)
image

O Cão De Guarda Notícias

Autor e Editor

Dennis Guerra Contato Whatsapp 11 95580-1702

0 COMENTÁRIOS DOS VISITANTES::

Postar um comentário

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.

biz.