20 outubro 2015

Resposta de policiais à matéria da Folha de S. Paulo sobre perfis em redes sociais

20/10/15 - Por Da Cunha: Não posso de deixar de expressar minha opinião, referente a noticia do Jornal Folha de S.Paulo que macula a imagem de toda à família policial que possui perfis nas redes sociais. A única coisa que levo em consideração na matéria, são as precauções que tomamos para garantir nossa integridade física e a segurança de nossos familiares. Todavia, eu tenho uma revolta pessoal com isso. Veja também: Ratazanas e o Estatuto do Desarmamento

Eu tenho um orgulho enorme da minha profissão, e sei do bem que faço todos os dias à pessoas que não conheço. Das inúmeras pessoas que ajudamos todos os dias e ninguém nem fica sabendo. Arriscamos nossas vidas todos os dias para trazer um pouco de paz ao cidadão de bem. Temos que chegar (pra mim é o cúmulo do absurdo) a se esconder. Lavar a farda e secar escondido. Evitar falar onde trabalhamos. Escolher bem onde Iremos passear, etc. Veja ainda: 'Jornalismozinho' é cúmplice na morte de Santiago Andrade


Vejo todas as outras profissões onde os profissionais se mostram orgulhosos seus diplomas, seus jalecos, togas, ternos, seus carros etc. E nós que fazemos um trabalho heroico, temos que se esconder?! É complicado amigo (a)s: ônus da profissão...

Mas no Brasil, onde o vagabundo pode ostentar os produtos do roubo nas redes sociais, pode exibir usando drogas, armas ilegais, ameaças e tudo isso a mídia não mostra por que? E o policial não pode se orgulhar da profissão?

Não é minha arma que me torna violento. Ela é minha ferramenta de trabalho. Salvo vidas com um instrumento, cuja finalidade é ceifar vidas. Exibir minha arma, não me transforma em uma pessoa violenta, não muda meu caráter, minha arma é registrada e tenho todos os requisitos exigidos para usa-la. E tenho que me esconder?

Não esqueçam: Somos heróis!

Estão invertendo tudo. Estão nos transformando em bandidos

GCM Da Cunha - Santo André. Fonte: Facebook

E mais: Por Sandra Moretti: Caros jornalistas, mais uma vez prestando um desserviço ao leitor, ao admirador e ao Policial Brasileiro publicando fotos (sem a autorização) de policiais na capa de um jornal com um título e matéria totalmente desprezíveis.



Vemos todas as outras profissões onde os profissionais se orgulham de seus seus diplomas, seus feitos, suas obras, porque nós agentes da lei não podemos nos orgulhar e "ostentar" esse orgulho nas redes sociais? Vocês tem noção que um jovem aspirante a policial passa por um concurso com 60.000 candidatos,para pouco menos que 2 mil vagas, e acha mesmo que não vai se orgulhar disso?

Somos policiais e amamos a nossa farda! Vai ter polícia nas redes sociais sim! Nossa arma não nos torna mais violentos é a nossa ferramenta de trabalho. Essa ferramenta, nobres senhores jornalistas, salva vidas e mesmo assim temos que nos esconder?

Convido a visitarem perfis onde diuturnamente se prega a morte de policiais, perfis de crime organizado, perfis de bandidos que ostentam produtos de seus crimes, ou na ótica de vocês eles estão corretos? Convido a passar um dia conosco, acompanhado nossa rotina, vendo o quanto muitas vezes somos insultados graças ao desserviço prestado pelos senhores.Mas vale ressaltar que somos imensamente agraciados por grande parte da população que não se omite em agradecer a policia que zela 24 horas, que dá a própria vida se for preciso por qualquer cidadão.

Por fim, deixo o meu recado ao verdadeiro cidadão Brasileiro que está ao lado da polícia, que não se deixam ser induzidos por essa mídia cuja a principal finalidade é denegrira instituição Polícia Militar, mídia que é incapaz de publicar grandes feitos da corporação, mídia que prefere (ou por falta de pauta) criar essa matéria tendenciosa ao invés de mostrar a população que mais de 120 policiais já foram executados no estado de SP. Você, cidadão de bem, é o nosso principal incentivo, obrigada. Força e Honra!

0 COMENTÁRIOS DOS VISITANTES::

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.