O Piti e a Hierarquia Horizontal

31/08/15 - Por Dennis Guerra: Nas organizações, de um modo geral, sempre existirá a questão da hierarquia verticalizada - principalmente se tratando de organizações policiais. Nesses casos, costuma-se dizer que a "hierarquia enverga mas não quebra". Em certos casos - principalmente na iniciativa privada - já vem ocorrendo a certo tempo a mudança para a hierarquia horizontal. Entenda mais abaixo:

A mudança do vertical para o horizontal: como as hierarquias corporativas estão se transformando

"... Para Wulf, a mais convincente é que as mudanças na hierarquia das empresas são uma resposta às mudanças no cenário. “Um dos nossos argumentos é que a causa disso é a competição crescente”, explica Wulf. “Há mais competição estrangeira e de novas empresas no mercado. A competição acelera as mudanças e as empresas têm de criar novos produtos e serviços. Isso exige que os altos dirigentes estejam mais perto dos gerentes de divisão, que estão mais perto dos mercados de produtos. O resultado foi o encurtamento da cadeia de comando”. A competição, acrescenta Wulf, “está aumentando a importância das decisões rápidas, e os diretores executivos, conseqüentemente, estão delegando mais aos gerentes que têm maiores habilidades...". Fonte: Wharton

Não que eu esteja aqui defendendo mudanças bruscas nesse quesito, principalmente quando nos referimos às instituições policiais. Todavia, é na hierarquia vertical que muitas vezes lidamos com certas bizarrices. 

Veja da seguinte forma: Um colaborador, independente do grau de qualificação para determinada função, pode estar sujeito a certos devaneios e fanfarronices de seu chefe - ou alguém que ocupe posição equivalente. Ele acaba por ter a sua vida funcional afetada resultando - além do próprio incômodo ao colaborador - em interferência nos projetos em andamento (e que se dane se ele é importante para aquela organização - o que manda nessas horas é quem chora mais alto!).

Lembro de uma estória, contada certa vez pelo amigo de um primo de um cachorro de um vizinho meu, quando um rapaz - funcionário de uma transportadora - negou-se a entregar relatórios originais ao chefe de uma filial sem a devida determinação protocolar para a ação. Indignado por ter a sua ordem negada pelo novato da empresa, recorreu aos mais altos escalões e provocou a demissão não apenas do funcionário, como do gerente e secretária.

E qual seria a vantagem da hierarquia horizontal em uma situação como a citada acima? Simples: O piti de um não seria tão devastador justamente pela facilidade de acesso do colaborador ao presidente da empresa. 

No final, a empresa perdeu ótimos funcionários. Sem problemas, o mundo gira e os projetos se viram!






Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, seja bem-vindo! Faça o seu comentário com responsabilidade. Muito obrigado!

Por Dennis Guerra