2010 / 2017

"Para que o mal triunfe, basta que os bons não façam nada"
Edmund Burke

"O Cão De Guarda Notícias era uma janela para o mundo que esteve aberta entre os anos de 2010 a 2017, deixando agora um vazio enorme em meu coração" Por Dennis Guerra

16 março 2015

Nas Ruas - A manifestação na Avenida Paulista In Loco (Atualizado)

16/03/2015 Nas Ruas - Por Dennis Guerra: (Postagem original em 15/03/15) Na tarde desse domingo (14) O Cão De Guarda Notícias esteve na Avenida Paulista - São Paulo, para acompanhar uma etapa das manifestações que estão ocorrendo por todo o Brasil. Já na chegada à região central da cidade, era possível perceber a movimentação de 



pessoas (pais, mães, filhos) em sentido à avenida. No metrô, inúmeras pessoas com camisetas amarelas tomavam os vagões e entoavam gritos de protesto - tudo na mais perfeita calma e, por assim dizer, alegria possível. Próximo ao local definido como ponto de encontro (MASP) milhares de pessoas já reunidas.




Por lá oque vinha aos olhos era a grande quantidade de placas e faixas pedindo pelo impeachment de Dilma Rousseff e também a saída de Lula (!). Nesse segundo caso, deveriam estar se referindo às influências do ex-presidente no atual governo, considerando que ele não ocupa cargo público no momento. Também eram emanadas muitas palavras de ordem exigindo o fim da corrupção no Brasil. 


Apesar de inúmeros partidos estarem envolvidos nos casos de corrupção (veja a foto acima) as pessoas se referiam quase que única e exclusivamente a presidente e ao seu mentor.





Não sou partidário e não comungo desse tipo de conversa que, para mim, é o mesmo que discutir religião e futebol - cada um tem o seu e não me intrometo. Mas eu não poderia deixar de mencionar aqui algo muito perceptível: essa manifestação teve uma cara de classe média e classe média alta. Basicamente, os que não votaram no atual governo.


Por um lado, você tem aí algo natural. Quanto mais condições de educação, maior é o nível de entendimento do cenário no qual você está inserido. Por outro, você tem um grande número de pessoas que estão insatisfeitas com um direcionamento político que não vai te encontro às suas convicções.

No final de tudo, as mesmas pessoas que pedem o fim da corrupção são as que - em outra escala - contribuem para que o jeitinho brasileiro continue a ser uma característica da nossa cultura. Veja abaixo alguns flagrantes:


Veículo de manifestante estacionado sobre a faixa de pedestre




Em outro caso, dois veículos sem a devida identificação ocupando local de estacionamento reservado para idosos


  

E entre tantas manifestações contra o atual governo,
encontramos também os saudosistas




Enfim, tivemos um dia de muitas manifestações por todo o Brasil contra o governo, a corrupção e o Status Quo instaurado. Dentro das manifestações, também muitas opiniões diferentes, mas todas levando à uma única conclusão: Que o brasileiro está cansado - só não sabemos até que ponto, pois já vimos esse filme em 2013 - e a resultante daquilo no ano seguinte.









E para aqueles apostaram' em possíveis confrontos entre as polícias e os
manifestantes, vejam as belas imagens da tarde de domingo.
Imagens encaminhadas por Dias, via WhatsApp

Com a Polícia Militar...





... e com a Guarda Civil Metropolitana.




"Precisa-se de Matéria Prima para construir um País" 

A crença geral anterior era que Collor não servia, bem como Itamar e Fernando Henrique. Agora alguns dizem que Lula não serviu e que Dilma não serve. E o que vier depois de Lula e Dilma também não servirá para nada... Por isso estou começando a suspeitar que o problema não está no ladrão corrupto que foi Collor, ou na farsa que foi o Lula.

O problema está em nós. Nós como POVO. Nós como matéria prima de um país. Porque pertenço a um país onde a "ESPERTEZA“é a moeda que sempre é valorizada, tanto ou mais do que o dólar. Um país onde ficar rico da noite para o dia é uma virtude mais apreciada do que formar uma família, baseada em valores e respeito aos demais.  Pertenço a um país onde, lamentavelmente, os jornais jamais poderão ser vendidos como em outros países, isto é, pondo umas caixas nas calçadas onde se paga por um só jornal E SE TIRA UM SÓ JORNAL, DEIXANDO OS DEMAIS ONDE ESTÃO.

Pertenço ao país onde as "EMPRESAS PRIVADAS" são papelarias particulares de seus empregados desonestos, que levam para casa, como se não fosse roubo, folhas de papel, lápis, canetas, clipes e tudo o que possa ser útil para o trabalho dos filhos e para eles mesmos. Pertenço a um país onde a gente se sente o máximo porque conseguiu "puxar" a tevê a cabo do vizinho, onde a gente frauda a declaração de imposto de renda para não pagar ou pagar menos impostos. Pertenço a um país onde a falta de pontualidade é um hábito. Onde os diretores das empresas não valorizam o capital humano. Onde há pouco interesse pela ecologia, onde as pessoas atiram lixo nas ruas e depois reclamam do governo por não limpar os esgotos.

O povo saqueia cargas de veículos acidentados nas estradas, dirige após consumir bebida alcoólica, pega atestado médico sem estar doente, só para faltar ao trabalho, quando viaja a serviço pela empresa, se o almoço custou 10, pede nota fiscal de 20. Comercializa objetos doados nessas campanhas de catástrofes, compra produtos pirata com a plena consciência de que são pirata.  Quando encontra algum objeto perdido, na maioria das vezes não devolve, se falsifica tudo, tudo mesmo... só não falsifica aquilo que ainda não foi inventado. E quer que os políticos sejam honestos. O Brasileiro reclama de quê, afinal? Aqui nossos congressistas trabalham dois dias por semana para aprovar projetos e leis que só servem para afundar o que não tem, encher o saco do que tem pouco e beneficiar só a alguns.

Pertenço a um país onde as carteiras de motorista e os certificados médicos podem ser "comprados", sem fazer nenhum exame. Um país onde uma pessoa de idade avançada, ou uma mulher com uma criança nos braços, ou um inválido, fica em pé no ônibus, enquanto a pessoa que está sentada finge que dorme para não dar o lugar. Um país no qual a prioridade de passagem é para o carro e não para o pedestre. Um país onde fazemos um monte de coisa errada, mas nos esbaldamos em criticar nossos governantes. Como "Matéria Prima" de um país, temos muitas coisas boas, mas nos falta muito para sermos os homens e mulheres de que nosso País precisa. Esses defeitos, essa "ESPERTEZA BRASILEIRA" congênita, essa desonestidade em pequena escala, que depois cresce e evolui até converter-se em casos de escândalo, essa falta de qualidade humana, mais do que Collor, Itamar, Fernando Henrique ou Lula, é que é real e honestamente ruim, porque todos eles são brasileiros como nós, ELEITOS POR NÓS. Nascidos aqui, não em outra parte...

Entristeço-me. Porque, ainda que Dilma renunciasse hoje mesmo, o próximo presidente que a suceder terá que continuar trabalhando com a mesma matéria prima defeituosa que, como povo, somos nós mesmos. E não poderá fazer nada... Não tenho nenhuma garantia de que alguém o possa fazer melhor. Mas enquanto alguém não sinalizar um caminho destinado a erradicar primeiro os vícios que temos como povo, ninguém servirá. Nem serviu Collor, nem serviu Itamar, não serviu Fernando Henrique, Lula e nem a Dilma, nem servirá o que vier. Qual é a alternativa? Precisamos de mais um ditador, para que nos faça cumprir a lei com a força e por meio do terror? Aqui faz falta outra coisa. E enquanto essa "outra coisa" não comece a surgir de baixo para cima, ou de cima para baixo, ou do centro para os lados, ou como queiram, seguiremos igualmente condenados, igualmente estancados... Igualmente sacaneados!

É muito gostoso ser brasileiro. Mas quando essa brasilidade autóctone começa a ser um empecilho às nossas possibilidades de desenvolvimento como Nação, aí a coisa muda... Não esperemos acender uma vela a todos os Santos, a ver se nos mandam um Messias. Nós temos que mudar! Um novo governante com os mesmos brasileiros não poderá fazer nada... Está muito claro... Somos nós os que temos que mudar. Agora, depois desta mensagem, francamente decidi procurar o responsável, não para castigá-lo, senão para exigir-lhe (sim, exigir-lhe) que melhore seu comportamento e que não se faça de surdo, de desentendido. 

Sim, decidi procurar o responsável e ESTOU SEGURO QUE O ENCONTRAREI QUANDO 
ME OLHAR NO ESPELHO". Anônimo, encaminhado por Rafael via WhatsApp





Apoio





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.

Tecnologia do Blogger.