29 dezembro 2014

Programa municipal garante entrada grátis em equipamentos culturais a profissionais que são referência para turistas

29/12/14 - Encaminhado por Fernando Coelho: Publicação original em 12/09/2012 - O programa “Pode entrar que a casa é sua” tem como objetivo qualificar taxistas, agentes da CET e ambientais, guardas civis, policiais militares, vigilantes do Metrô para receber o turista e divulgar a cultura paulistana. No total, mais de 200 mil profissionais serão beneficiados com o acesso gratuito a museus.



São Paulo vai abrir as portas de seus principais museus e atrativos culturais a trabalhadores que prestam serviços essenciais à cidade e que são referência para turistas. A partir do dia 12 de setembro, taxistas, policiais militares, frentistas de postos de gasolina e agentes de limpeza pública, da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), de segurança do Metrô e da Guarda Civil Metropolitana terão entrada gratuita em 24 atrativos turísticos da capital. Serão mais de 200 mil profissionais beneficiados, além de seus familiares que também terão acesso livre. Representantes de todas as categorias estiveram presentes na sede da Prefeitura, Centro de São Paulo, para o anúncio.

A ação, intitulada São Paulo: pode entrar que a casa é sua, tem como objetivo transformar esses profissionais em agentes de promoção e transmissão de informações de qualidade sobre a oferta cultural paulistana. Faz parte também da preparação da Cidade para a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014. O projeto é uma iniciativa da Prefeitura de São Paulo, por meio da São Paulo Turismo (SPTuris, empresa municipal de turismo e eventos) e em parceria com o Governo do Estado de São Paulo via Secretaria de Estado da Cultura, a Secretaria Municipal de Cultura, Museu Paulista (Ipiranga) e Museu de Arte Moderna (MAM). O projeto conta com o apoio também de entidades de classe e associações.

Entre os participantes estão o Museu do Futebol, Catavento Cultural e Educacional, Museu da Língua Portuguesa, Museu da Casa Brasileira, Pinacoteca, Estação Pinacoteca, Museu da Imagem e do Som e Museu de Arte Sacra. Além desses, o projeto pretende estimular que esse público também conheça outros endereços de cultura da capital e que já oferecem entrada gratuita, como o Solar da Marquesa de Santos, a Casa da Imagem, o Memorial da Resistência, o Museu Afro Brasil, o Paço das Artes, o Museu Casa Guilherme Almeida, a Casa das Rosas, a Casa do Tatuapé, a Casa do Grito, o Sítio da Ressaca, a Casa Modernista, a Capela do Morumbi e o Sítio Morrinhos.

Para aproveitar o benefício, basta apresentar um comprovante de vínculo empregatício, como crachá, holerite acompanhado de documento com foto ou carteira de trabalho. Cada trabalhador pode levar até quatro familiares, que também entrarão gratuitamente.

Profissionais recebem curso de idiomas

Visando promover o turismo da cidade, a Prefeitura de São Paulo, em parceria firmada em dezembro de 2012 com a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), mantém o projeto ''Mercado paulistano: é a língua que nos une'', que oferece noções básicas de línguas estrangeiras aos funcionários para um bom atendimento aos turistas que visitam diariamente o Mercado Municipal e os que virão no período da Copa de 2014. São aulas gratuitas nos cursos de inglês, espanhol e francês, uma iniciativa que vai melhorar a qualidade do atendimento prestado ao turista estrangeiro e preparar os funcionários para o período da Copa de 2014. O curso já formou uma turma de inglês e uma de espanhol. Atualmente, uma turma aprende inglês e a SPTuris já abriu inscrições para novas turmas.

Segundo o Observatório do Turismo (núcleo de pesquisas da SPTuris), o Mercadão é o quarto ponto turístico mais visitado na cidade. Por isso, e considerando a proximidade da Copa de 2014, a Prefeitura decidiu investir na capacitação dos funcionários que atuam no local para melhorar a qualidade do serviço prestado aos turistas. O termo de cooperação com a PUC prevê o empréstimo de professores para a realização dos cursos no próprio ambiente de trabalho dos alunos: o Mercadão.

Desde dezembro, 500 GCMs já fizeram teste de proficiência dos idiomas de inglês e espanhol. Duas turmas já concluíram os cursos realizados em parceria com o Senac.

Além disso, cerca de quatro mil profissionais entre Guardas Civis Metropolitanos (GCMs), guias de turismo e taxistas já participaram do Programa de Capacitação Turística oferecido pela SPTuris. O treinamento teve como objetivo sensibilizar essas classes sobre a importância de tratar bem o turista para que eles voltem à cidade. Desde o dia 1º de dezembro de 2011, os 500 GCMs beneficiados pelo programa já recebem aulas de inglês e de espanhol divididos em turmas de 20 alunos e de acordo com nível de conhecimento de cada um.


0 COMENTÁRIOS DOS VISITANTES::

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.