Nota de Repúdio às mortes dos guardas municipais do Rio de Janeiro e às atitudes do prefeito Eduardo Paes


19/12/14 - Por Maurício Naval: Através desta, a ONG SOS Segurança da Vida, responsável juridicamente pelas Marchas Azul Marinho e vários eventos em defesa da população por mais segurança pública, que responde por esta mobilização nacional em favor de um novo modelo de policia para o Brasil, que culminou na aprovação da lei 13022/14, que trata do Estatuto Geral das Guardas Municipais e ainda; Considerando que nos últimos dias a cidade do Rio de Janeiro vem atravessando uma guerra declarada


contra a segurança Pública. Considerando o descaso do poder executivo local para com a Guarda Municipal que poderia estar prestando um serviço melhor à cidade e ao povo carioca.

Considerando que, há anos, a instituição vem tentando um diálogo com o executivo e não consegue.

Considerando a lei 13022/14 que determina adequação e estruturação da Guarda Municipal em no máximo dois anos.

Considerando que nesta mesma lei, obriga o executivo indicar um Guarda Municipal de carreira para o comando.

Considerando que o atraso de todos estes anos da Guarda Municipal é porque é dirigida por militares, sendo que esta é uma instituição de caráter absolutamente civil.

Considerando que toda a mídia nacional e internacional se voltou para os assassinatos ocorridos do estado do Rio de Janeiro.

Considerando ainda, que prefeito, que atualmente não investe na Guarda Municipal de sua cidade comprova que pouco se importa com o clamor dos seus eleitores e do povo por mais segurança pública municipal.

E, diante dos fatos, venho a público REPUDIAR as mortes e ao descaso do prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, o grande responsável e inércia pela falta de segurança do povo, no sentido de melhorar a estrutura mínima da Guarda Municipal em defesa de toda sociedade.

Mauricio Domingues da silva (Naval)

Presidente da ONG SOS Segurança da Vida


Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, seja bem-vindo! Faça o seu comentário com responsabilidade. Muito obrigado!

Por Dennis Guerra