2010 / 2017

"Para que o mal triunfe, basta que os bons não façam nada"
Edmund Burke

"O Cão De Guarda Notícias era uma janela para o mundo que esteve aberta entre os anos de 2010 a 2017, deixando agora um vazio enorme em meu coração" Por Dennis Guerra

20 outubro 2014

Um sistema caolho, manco e inerte chamado Segurança Pública

20/10/14 - Por Dennis Guerra: Ontem, ao chegar em casa, fiquei sabendo algo ocorrido com pessoa de minha família: adolescentes tentaram roubar a sua motocicleta. Veja o depoimento em uma rede social:





"Hoje sofri uma tentativa de assalto. Quatro caras em duas motos. Fui abordada por 2 e os outros 2 ficaram de "olheiros" atrás de mim... quando "caiu a ficha" que era um assalto travei em cima da moto, olhei pro assaltante e disse: Minha moto você não leva! Dois caras começaram tentar me tirar de cima da moto e quando viram que não iam conseguir me jogaram no chão (cai junto com a moto). Sei que não se deve reagir em momentos como esse, eu não aconselho isso a ninguém mas na hora a revolta foi tão grande que fiquei cega. Detalhe: todos menores e só não aconteceu o pior porque na estrada deserta onde me abordaram começou a passar carros e um casal de moto que parou pra me ajudar. Saldo final: braço luxado, algumas escoriações, alguns riscos na moto, um retrovisor quebrado e o mais importante: minha vida salva! foi um grande livramento do Senhor! Redução da maioridade penal já! Se menor pode roubar, matar, estuprar, por que possuem tratamento diferenciado na hora de pagarem pelos crimes que cometeram?"

Horas antes, tive a oportunidade de conversar sobre as eleições com algumas pessoas, principalmente no que se refere a Dilma Rousseff e Aécio Neves  - Candidatos à Presidência da República.

Primeiro: Não sou petista e tampouco peesedebista. Segundo: Não considero em nenhuma destas partes a solução para os problemas do Brasil - que de certo, boa parte, tem as suas origens em uma história iniciada em 1.500.

VEJA AINDA: 
Quando falamos em Segurança Pública no Brasil entramos em uma falácia sobre todo esse sistema arcaico e pútrido - e não estou me referindo à uma simples questão de desmilitarização das Polícias Militares como, também, não estou afirmando que a regulamentação das guardas municipais foi solução para a Segurança Pública no país - afirmações estas já emanadas algumas centena de vezes. Com certeza foi um grande passo, e por enquanto, só isso.

A Segurança Pública no Brasil é um problema muito mais sério!

As pessoas tem medo em falar em Redução da Maioridade Penal no Brasil. Nem sempre este tema passa por acreditar nisso ou naquilo, filosofias ou dogmas, certo ou errado. Claro que a educação é o ponto primordial, mas em um país onde a Aprovação Automática faz parte da vida de nossas crianças, você não pode considerar só a educação como solução destes problemas.



No final, vejo mais como uma questão de opinião pública. Hoje, no Brasil, é legal você defender a ideia de que os jovens precisam de uma atenção especial - pelo menos, garante mais votos!

E MAIS: 
Eu não discordaria se outras pessoas - aqueles que tem o Poder para isso - realmente levassem o tema a sério.

Como esperamos criar homens e mulheres de verdade sem a responsabilidade devida?

Dilma Rousseff não se prontificou em seu governo a qualquer medida a respeito. Aécio se coligou com Marina, que declarou só iria apoiá-lo se o tema Redução da Maioridade Penal fosse abolida de seu governo. 

Outro ponto, mais importante, é tratar do tema Polícia de Ciclo Completo no país. A questão parece cada vez mais distante, considerando os debates vistos pela TV. Como eu afirmei anteriormente, não estou me referindo à desmilitarização das Polícias Militares.

E o sistema judiciário brasileiro? Quando criança, tive uma tartaruga que se movia muito mais rápido do que a Justiça no Brasil. Hoje, ela estaria feliz por ter caminhado a passos largos enquanto a Justiça continua a tropeçar em seu engatinhar.

Outro dia recebi uma pesquisa AVAAZ em minha caixa de e-mails. Feita por alguns estudantes, participantes de algum movimento social e do tipo cool. Nessa pesquisa, eles encaminhariam aos presidenciáveis sugestões para o próximo governo. Sobre Segurança Pública, a visão míope, deturpada e hipócrita tratava do tema como desmilitarização das PMs para acabar com o fim da violência policial.

Hipocrisia: hoje os policiais não se encontram mais como homens e mulheres responsáveis pela manutenção da lei e representantes do Estado na vida dos cidadãos. Hoje, essas pessoas são vítimas - como a maioria dos brasileiros - deste sistema caolho, manco e inerte chamado Segurança Pública.

A violência não é apenas física. Ela também é psicológica. E nisso, quem vai se virar para resolver as sequelas mas uma vez serão as vítimas!

Certa vez, em uma abordagem a dois adolescentes acusados de roubo, perguntei a um deles por que não atirou em nossa equipe, sendo que estava com um revólver .38. A resposta foi mais óbvia do que eu poderia imaginar:

"Se nóis atira, 'tamos morto, porque o senhor ia atirar em nóis. Desse jeito, daqui a très mêis, 'tamo na rua dinovo" - sic

Vou parar de escrever e cuidar dos meus. E antes de deixá-lo, sou plenamente a favor da Redução da Maioridade Penal, caso fique alguma dúvida!

Fonte/imagem: BOC



Dennis Guerra: Brasileiro, 38 anos de idade, casado: Treze anos na Guarda Civil Metropolitana; Doze anos na função de Motociclista; Gestão Específica. Cursos SENASP: Condutor de Veículos de Emergência; Violência, Criminalidade e Prevenção; Técnicas e Tecnologias Não Letais para Uso Policial; Capacitação em Educação para o Trânsito; Aspectos Jurídicos da Abordagem Policial e Uso diferenciado da Força. Outros: Táticas Operacionais Defensivas - CFSU; Escolta e Batedor com Motocicletas - PRF; Pilotagem Segura com Motocicletas CET; Pilotagem Defensiva Honda Indaiatuba Curso de Educador - CFSU.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.

Tecnologia do Blogger.