28 setembro 2014

Exclusivo - Delegado se equivoca na interpretação da Lei 13.022 e é orientado por guardas civis. Entenda melhor o caso!

28/09/14 Nas Ruas - Dennis Guerra: No último sábado (27) uma ocorrência conduzida por integrantes da Guarda Civil gerou polêmica. Ao abordar veículo após os seus ocupantes  

VEJA TAMBÉM: Comandante da PM desabafa - Será que esse modelo de segurança deve permanecer? Não, ele deve mudar!

gerarem comportamento suspeito, os agentes verificaram que o condutor não possuía os documentos de porte obrigatório em relação ao veículo, além de localizarem dois documentos de habilitação que não condiziam com nenhum dos ocupantes. Encaminhando o fato ao conhecimento da autoridade policial da região, os guardas civis foram indagados pelo delegado sobre a legitimidade da abordagem, desconsiderando até mesmo a Lei 13.022/14.

Um dos guardas chegou a conversar com a autoridade e a orientou quanto à interpretação da referida lei.


Durante a confecção deste boletim de ocorrência, outra vítima chegou à delegacia - acompanhada de testemunhas - para prestar queixa de roubo de celular e outros pertences. Coincidentemente, no mesmo momento, uma mulher que fora entregar os documentos pessoais de um dos acusados trazia consigo uma bolsa, que foi reconhecida pela vítima de assalto como sendo sua. Abordada pelos guardas, foi encaminhada à presença do investigador, que fez a análise dos objetos e co-relação entre as informações.

No veículo, uma blusa também foi reconhecida pelas vítimas como sendo de sua propriedade. A mulher foi indiciada por Receptação - Artigo 180 CPP. Veja este vídeo exclusivo com o depoimento das vítimas:


"Saldo final: Localização e Entrega de veículo , 01 mulher por Receptação e 03 indivíduos que foram reconhecidos e detidos por roubo. Parabéns a todos pelo profissionalismo". Assis




Durante a apresentação desta ocorrência, outra equipe da Guarda Civil deteve um homem acusado de roubo e comparsa. Entenda melhor o caso pelo relato da própria vítima no vídeo abaixo:




Na mesma tarde, outras equipes da Guarda Civil compareceram à delegacia com outras ocorrências. Duas delas foram registradas como Posse de Entorpecentes para Consumo Artigo 28 da Lei 11.343 - Lei de Drogas. Em outra ocorrência, um jovem foi apreendido por roubo de celular, registrado como Ato Infracional. Realmente, foi uma tarde movimentada na delegacia.

Veja imagens das equipes no local:








Fotos, filmagens e edição: Dennis Guerra









7 comentários:

  1. Fato parecido aconteceu com a nossa equipe do plantão BRAVO. O delegado do plantão noturno questionou a legalidade das ações da nossa equipe pela região da NOVA LUZ.T Pelo jeito, deve ser o mesmo delegado.

    ResponderExcluir
  2. É incompreensível a atitude d certos agentes de segurança publica,meros condutores da lei e c acham melhor outros.Haja vista q qd a malandragem qd quer e vai matar um agente de segurança publica ele ñ pergunta e nem quer saber c é PC,PM,GCM,PF ou qualquer outro q possa ser,eles vem e sentam o aço,como fizeram mês passado assassinando um delegado do DHPP,dois dias atras mataram um sgt pm no bairro Ipiranga SP,e esta noite mataram um GCM 01;00 da madrugada em Diadema.Aí vemos e ouvimos um sujeito com o esse delegado agir com falta de profissionalismo,com arrogãncia...,isso deveria ser levado ao conhecimento da midia feita por urubus comedores de carniça e a corregedoria da PC.

    ResponderExcluir
  3. Guerra,

    Parabéns mais uma vez, seus editoriais tem uma evolução sensacional, continue assim.
    Se for possível, poderia informar ao público qual o desfecho da ocorrência e se houve alguma implicação na ação dos GCM's/SP, da IOPE.

    ResponderExcluir
  4. Analiso o ocorrido da seguinte forma:

    O Delegado de Polícia, tem por obrigação conhecer a Legislação vigente, no caso a Lei Federal 13.022/14 e ainda, o mesmo tem por obrigação lavrar o devido boletim de ocorrência apresentado por agente da autoridade e tem por obrigação respeitar todo e qualquer agente ou pessoa comum que se encontre nas dependências da Delegacia. Mesmo porque, antes de tudo ele é um servidor público.
    Eu lamento que nesta matéria não tenha sido citado o NOME deste cidadão..pois, a população e seus superiores precisam tomar ciência deste ocorrido lamentável do 2° DP Bom Retiro, pois este cidadão precisa ser responsabilizado pelos seus atos.
    Eu não entendo o porque preservar o nome deste Delegado..? Eu não entendo, o porque que esta equipe não encaminhou todas as partes direto para a Corregedoria da Polícia Civil e acionou a imprensa diante deste ocorrido gravíssimo ?
    Este fato lamentável precisa ser devidamente apurado pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e, este cidadão precisa ser responsabilizado pelo descaso e desrespeito praticados aos agentes da Guarda Civil Metropolitana.

    SANTANA JORNALISTA
    www.policiamunicipaldobrasil.com

    ResponderExcluir
  5. Agora que as Guardas Municipais têm poder de policia, vão "prejudicar" a Policia Civil pois vão trazer mais ocorrências para as DPs e com isso os srs Delegados vão ter que trabalhar, como é o caso aqui onde sua Excelencia sequer queria fazer o B.O, só o fez muito a contragosto que pena os Guardas tendo que fazer o Delegado trabalhar, muito "cruel" esses Guardas.

    ResponderExcluir
  6. Quero agradecer todas as participações neste matéria, mas quero destacar uma pequena parte de um comentário. "...Eu lamento que nesta matéria não tenha sido citado o NOME deste cidadão..pois, a população e seus superiores precisam tomar ciência deste ocorrido lamentável do 2° DP Bom Retiro, pois este cidadão precisa ser responsabilizado pelos seus atos. Eu não entendo o porque preservar o nome deste Delegado..? Eu não entendo, o porque que esta equipe não encaminhou todas as partes direto para a Corregedoria da Polícia Civil e acionou a imprensa diante deste ocorrido gravíssimo...?"

    Talvez você não tenha entendido, Santana Jornalista, porque temos linhas de trabalho diferentes. No meu caso eu analiso um pouco mais a fundo a informação que será repassada, de modo a não prejudicar os procedimentos adotados pela equipe. Todavia, entendo o porquê de você não entender certos procedimentos, dentre eles o de encaminhar a ocorrência para a corregedoria - o que pode ser dito é que providências foram tomadas.

    De qualquer forma, são informações que cabem à equipe e caso eles queiram compartilhar no momento oportuno, faremos isso.

    Agora, uma coisa que eu não entendo é por que eu digito um título, e você o altera no momento que reproduz a matéria em seu site, trazendo até mesmo uma conotação sensacionalista. O problema é que logo abaixo é o meu nome que aparece, e alguns poderão associar tal estilo a mim, o que não é verdade. Obrigado a todos!

    ResponderExcluir
  7. "Saldo final: Localização e Entrega de veículo , 01 mulher por Receptação e 03 indivíduos que foram reconhecidos e detidos por roubo. Parabéns a todos pelo profissionalismo". Assis

    ResponderExcluir

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.