17 agosto 2014

Entrevista do Secretário Municipal de Segurança Urbana de São Paulo - Roberto Porto - ao Programa A Voz do Brasil: Estatuto das Guardas Municipais


17/08/14 - Sugerido por Daniel: Luciano: Proteger bens, serviços e instalações. Essa é a principal função das Guardas Municipais, também conhecidos como Guardas 



Civis ou Guardas Metropolitanas. Isabela: O estatuto geral dessas corporações foi publicado no Diário Oficial da União nesta semana. Assim, as Guardas também podem garantir a segurança dos cidadãos em caso de necessidade. Repórter Leonardo Meira: A lei inclui as Guardas Municipais no Sistema Nacional de Segurança Pública. Entre as novidades, ela garante o porte de arma de fogo aos guardas e dá a esses profissionais o poder de polícia, como explica o secretário municipal de Segurança Urbana da Cidade de São Paulo, Roberto Porto


Secretário Municipal de Segurança Urbana da Cidade de São Paulo - Roberto Porto: A ideia é que a regulamentação estimule os municípios a criarem a Guarda Civil Metropolitana. A população ganha com isso, uma vez que mais uma força de segurança venha a somar às já existentes. Eu tenho certeza de que muitos municípios, com essa regulamentação, vão ter a iniciativa agora de fortificar as Guardas e fazer com que elas cumpram na sua integralidade o seu papel constitucional. 

Repórter Leonardo Meira: Agora os Guardas Municipais também podem agir em conjunto com outros órgãos de segurança pública, auxiliar na segurança de grandes eventos e encaminhar ao delegado de Polícia autores de crimes pegos em flagrante, preservando o local da ocorrência, por exemplo. As Guardas já existentes têm até dois anos para se adaptar às novas regras. O secretário paulistano, Roberto Porto, acredita que a aprovação do estatuto deve incentivar a criação de novas corporações em mais municípios. 

Secretário Municipal de Segurança Urbana da Cidade de São Paulo - Roberto Porto: A Guarda, ela ganha corpo como força de segurança. Isso não significa que ela vá se sobrepor às atribuições de outras forças de segurança. Não. A Constituição é muito clara em relação ao papel da Guarda. Então ela soma, vem a somar, porque eu acho que na situação atual toda e qualquer força de segurança que venha a ser fortificada é um ganho para a população.

Secretário Roberto Porto. Foto: Dennis Guerra
 


Repórter Leonardo Meira: A secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki, afirma que os guardas municipais também vão contribuir para assegurar o funcional de serviços públicos. 

Secretária Nacional de Segurança Pública - Regina Miki: Um dos atores principais nos municípios buscando a inclusão das políticas sociais, a prevenção, é a Guarda Municipal. Para que isso aconteça, nós incentivamos a criação de um currículo mínimo para a formação dessas Guardas. Este currículo, ele está muito fundado nas diretrizes de direitos humanos, as ações sociais que o município já tem por obrigação de levar ao cidadão, e esse guarda, ele deve estar preparado para essas ações. 

Repórter Leonardo Meira: A cidades que tiverem Guarda Municipal vão contar com o número de telefone 153 para contatar o serviço. Reportagem, Leonardo Meira. 


Compartilhe pelo seu Whatsapp e colabore conosco (Clique AQUI)
image

O Cão De Guarda Notícias

Autor e Editor

Dennis Guerra Contato Whatsapp 11 95580-1702

1 COMENTÁRIOS DOS VISITANTES::

  1. Vale salientar que agora os Municípios que possuem Guarda Municipal e algumas Metrópoles,já dispõe de sua própria Polícia,espaço até então ocupado pela Polícia Militar.O fato é que como o exterior o Brasil esta ajustando às suas Polícias cada uma no seu devido lugar:Polícias Municipais (Municípios);Polícias Estaduais (Futura Junção da Polícia Militar com à Polícia Civil); e Polícia Federal....

    ResponderExcluir

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.

biz.