2010 / 2017

"Para que o mal triunfe, basta que os bons não façam nada"
Edmund Burke

"O Cão De Guarda Notícias era uma janela para o mundo que esteve aberta entre os anos de 2010 a 2017, deixando agora um vazio enorme em meu coração" Por Dennis Guerra

30 julho 2014

Um caso de simples trollagem?

30/07/14 - Por Dennis Guerra: A dias atrás reencontrei um colega de profissão. Eu mesmo nunca tive tanto contato com ele como alguns que estavam comigo. De qualquer maneira, era um colega de labuta. Ele comentou estar afastado por problemas de saúde - mais especificamente, era um 




afastamento por questões psicológicas.  Até certo ponto, sou um tanto pragmático. Fiquei à distância ouvindo a conversa. Parecia-me mais um desabafo. Eu pensava até que ponto aquilo tudo que era narrado seria o suficiente para me abalar. Não sei. Relativamente, sempre estive em uma situação mais favorável no sentido de sempre poder trabalhar dentro de um grupo específico - como gostamos de falar: uma equipe fechada.

VEJA AINDA:

Pode não parecer, mas isso conta muito. Quando se tem um problema, normalmente esse problema é dividido entre o grupo. Certas mazelas do cotidiano não lhe afligem diretamente. E quando isso poderia ocorrer, podemos dizer que a carga extra é compensada na relação interpessoal, que vai se firmando cada vez mais através dos anos. 

Mas como seria se eu tivesse passado por situações parecidas como as que aquela pessoa enfrentou?

Outro ponto - e que conta muito - é o perfil do profissional. Após se despedir daquele colega, ouvi a seguinte frase: "Meu Deus, ele era uma pessoa tão boazinha. Olha como ele está agora"!

Definitivamente, ser uma pessoa boazinha não deveria ser o tipo de perfil para se trabalhar na área policial - ou em qualquer outra, a não ser que o objetivo final seja a beatificação. Desculpem-me os hipócritas que resolveram ler este texto mas, na realidade, não deveria ser mesmo - e provavelmente, não é.

E TAMBÉM: 

Em ambientes que, muitas vezes, exigem muito mais do agente do que a simples aptidão para o cargo - a Inteligência Emocional, por exemplo - deve-se conhecer também a arte de viver entre lobos (mesmo que eles não existam) - e esta, meu parceiro, você traz consigo.

Então me pergunto: se existe culpa nesse caso, ela é do agente - que não tinha perfil para o cargo - ou da instituição policial que não avaliou apropriadamente se o candidato tinha o perfil para os seus quadros? 

E considerando que ele tivesse o perfil apropriado, o que foi feito desse profissional?

Chega até mesmo a parecer uma trollagem, tanto para com o agente quanto com a instituição. No caso do agente, que hoje está em penúrias, como fica o seu futuro? Quanto à instituição, com um homem a menos, como se livrar do problema? Varrendo para debaixo do tapete?


Sobre o autor - Dennis Guerra: Brasileiro, 38 anos de idade, casado: Doze anos na Guarda Civil Metropolitana; Onze anos na função de Motociclista; Gestão Específica. Cursos SENASP: Condutor de Veículos de Emergência; Violência, Criminalidade e Prevenção; Técnicas e Tecnologias Não Letais para Uso Policial; Capacitação em Educação para o Trânsito; Aspectos Jurídicos da Abordagem Policial e Uso diferenciado da Força. Outros: Táticas Operacionais Defensivas - CFSU; Escolta e Batedor com Motocicletas - PRF; Pilotagem Segura com Motocicletas CET; Pilotagem Defensiva Honda Indaiatuba Curso de Educador - CFSU.



7 comentários:

  1. Belo Post Guerra, e parabéns. Para ilustrar esse postado,há um comunciado COGEP-GAB-003, não sei bem o ano, deve ser 2011,2012, ou 2013, onde há um estudo em que COGEP|SEMPLA|DESS reconhecem as aadversidades das atividades e das GCMS,07 patologias geradoras de licenças médicas, readptações, aposentadorias estudadas,06 estão relacionadas com as atividades de risco da GCM,e que 32% desses profissionais estão com sua saúde em quase todas sua totalidade comprometida em razão de suas atividades profissionais...há mais de 1.000 GCMs readaptados, e outros 500 GCMs de licença médicas...,será que são os GCMs que não tinham perfil para o trabalho policial, ou a instituição que em mais de 27 anos, não os aprimorou, ou deu condições dignas de trabalho, lazer, salário, saúde, etc..., isso caro Guerra, é algo pra se aprofundar, estudar, expor...até mesmo para corrigir um erro, seja de qual parte for...a verdade , é que hoje o GCM tem colete, HT, porte e arma particular e funcional, anda em dupla,virou polícia de fato e de direito, falta só a "canetada" da Dilma, mas e antes...não tinha HT, não tinha colete, era caçado pelos PMs querendo frita-los pela cautela da arma da GCM,ficava sózinho nas escolas, e era diariamente tachado como não polícia... salários baixos,sem moral,auto estima baixa,além do assédio moral, porque será que sua saúde se fragimentou... abração colega. Um ótimo Asunto.

    ResponderExcluir
  2. Interessante comentário, meu caro Anônimo. Infelizmente, perde-se uma parte considerável da relevância justamente pelo anonimato. Sugiro que encaminhe novo texto, incluindo o nome do autor no corpo da mensagem. Do caso contrário, o texto acima ficará visível por cinco dias úteis. Obrigado pela participação. Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Texto muito superficial.

    ResponderExcluir
  4. O objetivo do texto é chamar para o debate e permitir que as discussões completem o raciocínio inicial, que vem daquele que não tem a especialização sobre o tema. Imagino que o texto continuará 'superficial' se depender do seu anonimato. Encaminhe a sua dissertação científica para o e-mail blog.guerra@hotmail.com e será publicado. Obrigado!

    ResponderExcluir
  5. Caros companheiros,não seria, o caso, de discutirmos a realidade de inúmeras readaptações em nossa corporação de forma realista? temos diversos casos onde fica difícil acreditar que o GCM não pode trabalhar na rua,o GCM faz atividade física,tem outras ocupações,mais não pode trabalhar fardado na rua?penso, que,se os dados mencionados, que entre licenças e readaptações,temos mil e quinhentos GCMs fora do serviço operacional,como podemos cobrar valorização na carreira e salarial? me desculpem,estou na GCM ha 13 anos,as vezes temos debates,acerca de salários,mais o que fazemos para termos essa valorização?25% fora do serviço,sem falar em outros problemas,acerca dos guardas,que não posso falar,pois chamá-los de moi... não pode da processo.uma parte da GCM ganha muito mal,pois trabalha muito sem respaldo e continua "dando a cara a tapa"mais tem uma parte que ganha muito,em relação ao que faz!!!!!

    ResponderExcluir
  6. GCM Afastado

    Pois é Guerra, vc mesmo disse, teve sorte em trabalhar numa boa equipe (fechada), onde provavelmente sua escala, suas folgas, suas férias e até mesmo vc tanto como profissional, bem como pessoa é respeitado. Isso te torna um servidor "satisfeito" com sua corporação! Agora, se vc vê seus direitos, sua imagem e até sua moral sem valor, como vai ter forças e até saúde para trabalhar?muitos de nós acabam por baixar mesmo, pois são dia após dia que a situação se repete. Muitas vezes numa inspetoria, isso acontece com vc e muitos outros colegas, mas sempre tem os queridinhos da chefia que ficam numa boa: melhores escalas, folgas nas melhores datas, férias qdo querem.
    Isso só desgata o servidor e divide os pares.
    Fica aqui o desabafo de mais um colega que não suportou as injustiças, o assédio moral, e acabou afastado por uma crise de nervos.
    Não foi por não ter o perfil, por ser "bonzinho", por ter escolhido a profissão errada, por não ter aguentado a pressão.
    Mas por não ter sido reconhecido, valorizado e muito menos tido oportunidade como muito de vcs hoje estão tendo. Aproveitem o espaço que os seus superiores estão oferecendo, nem todos tem essa chance!!!

    ResponderExcluir
  7. Obrigado Emerson! E meu caro GCM Afastado, compreendo a sua escolha em optar por um nome fictício. Peço que você saiba entender que, por ter um história talvez não tão parecida com a sua, isso não significa que não tive problemas com escala, folgas, férias e até pelo profissional que sou, o fato do respeito se fez - por diversas vezes - com unhas e dentes. Talvez daí como pessoa ser respeitado. E não necessariamente me torna uma pessoa satisfeita com a corporação, pois isso significaria estar em uma 'zona de conforto'. Mas isso tudo foi justamente o que procurei com o texto: provocar este debate. Eu mesmo tento imaginar o que é estar no lugar de alguém que passa por toda essa pressão, e sei que mesmo que pudesse imaginar, ainda não seria um décimo da realidade. E não se engane: conheço o cotidiano. Conheço pessoas que passam por coisas que levariam a tudo isso. Conheço os 'lobos' e já estive nas garras de alguns. Hoje sei, porém, que algumas dessas garras não me 'ferem tanto' até mesmo por conta deste site. Engraçado dizer isso, mas foi por conta deste mesmo site que, no início, passei um dos piores momentos de minha vida profissional. Entenda mais sobre o conceito de criação do nome O Cão De Guarda Notícias :

    "O cão é um animal amigo e fiel, sempre atento ao que ocorre à sua volta. Em determinado momento, alguém me disse para que deixasse o Blog GCM Guerra de lado, pois poderia ter alguns problemas com ele. Assim como todo cão acuado - e por mais equilibrado que seja - a sua única alternativa torna-se o ataque: estas palavras incentivaram-me a seguir outra linha de trabalho, o que realmente me agradou mais. Hoje agradeço por tentarem me desmotivar"!

    E hoje estamos aqui, GCM Afastado, podendo discutir sobre tudo isso. Muito obrigado!

    ResponderExcluir

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.

Tecnologia do Blogger.