2010 / 2017

"Para que o mal triunfe, basta que os bons não façam nada"
Edmund Burke

"O Cão De Guarda Notícias era uma janela para o mundo que esteve aberta entre os anos de 2010 a 2017, deixando agora um vazio enorme em meu coração" Por Dennis Guerra

10 julho 2014

No dia 10 de Julho, em que é comemorado o Dia da Pizza, outras correntes poderiam alterar o PLC 039/2014, fazendo-o 'acabar em pizza'?

10/07/14 - Encaminhado por Naval: Uma corrente da Polícia Militar luta no Congresso Nacional para mudar o texto do PLC 039/2014 que cria o Estatuto Geral das Guardas Municipais trazendo diversos benefícios a nossa instituição. O alerta foi feito pela Senadora  


Gleisi Hoffmann, relatora na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do PLC 039/2014. O texto da emenda, ainda não apresentada, mais já elaborada que circula no Congresso Nacional, fala que as Guardas Municipais poderão “colaborar” com os outros órgãos da segurança pública, não tendo nenhuma autonomia na sua atuação.


Nota do editor O Cão de Guarda Notícias - Provável origem do termo Acabar em pizza
Especialmente na cidade brasileira de São Paulo, que tem uma grande colônia italiana, o consumo de pizzas é grande e sofisticado, com o ato de reunir-se numa pizzaria sendo frequentemente significado de celebração e acordo. Deste costume, surgiu a expressão, comumente usada no país, associando um processo que envolva ações de ética ou legalidade duvidosa a esta celebração. Quando apenas alguns dos envolvidos de menor importância são penalizados ou existe um movimento de acomodação, terminando em mesa de negociação, ou "terminando em pizza", como se as partes envolvidas, acusados e acusadores, se sentassem numa pizzaria e, apreciando a saborosa iguaria, celebrassem o acordo durante uma "rodada de pizza".
Outra explicação para a origem do termo vem do futebol paulistano, mais precisamente da tradicional equipe do Palmeiras, já que sempre foi grande a disputa política dentro do clube de origem italiana e sempre existiam brigas com trocas de acusações entre os diretores da agremiação. Na década de 1960, alguns conselheiros palmeirenses se reuniram para resolver problemas que haviam trazido uma crise ao clube. Após 14 horas de discussões, os dirigentes sentiram fome e resolveram ir a uma pizzaria. Várias rodadas de chope, várias garrafas de vinho e 18 pizzas gigantes depois, a paz voltou a reinar. O jornalista Milton Peruzzi, que trabalhava no jornal A Gazeta Esportiva e era setorista do Palmeiras, acompanhou todo o encontro e ditou a seguinte manchete no jornal do dia seguinte: "Crise do Palmeiras termina em pizza"

Clique na imagem para ampliar e leia a Emenda na íntegra


Fonte: AGMI


2 comentários:

  1. Temos de refletir que todos tem uma parcela de responsabilidade nas questões voltada sobre um assunto tão importante relevante para a nossa sociedade esta votação da regulamentação das guardas municipais tem uma grande avanço para a segurança do cidadão o município está mais próximo das questões dos problemas dentro de uma solução mais imediatas com segurança e os demais serviços necessários etc

    ResponderExcluir
  2. paulo sérgio lemos - Subinspetor da Guarda do Jaboatão em Pernambuco17 de julho de 2014 17:22

    Meu amigo, o texto é claro e não deixa dúvidas. As GMs PODERÃO colaborar ou atuar conjuntamente com outras organizações, desde que isso seja oportuno e conveniente para ambas, o que não as impede de exercer, por DEVER de ofício, as próprias competências, com autonomia e independência, nas situações previstas no bojo do PLC. Isto é, lhes é FACULTADO atuar em conjunto com outras corporações. Deste modo, nas hipóteses mencionadas no texto do parágrafo único supracitado, DEVE a GCM conduzir o criminoso perante a autoridade policial (delegado de polícia), todavia, caso o órgão de segurança do Estado (PM) se faça presente no local do crime, a GCM passará, então, a APOIAR o atendimento à ocorrência. Esse é meu entendimento.

    ResponderExcluir

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.

Tecnologia do Blogger.