14 junho 2014

O Mundo Gira - E o 'giro' pode ser rápido demais!

14/06/14 - Por Dennis Guerra: Na manhã desta sexta (13) motociclistas da Inspetoria de Operações Especiais foram acionados para apoiar a viatura 4147, cujo encarregado era o Classe Distinta Charles. Durante a madrugada daquele mesmo dia, a equipe havia se deparado com um acidente de 



Silva - região central de São Paulo. Fazendo a rendição da equipe noturna que se encontrava aguardando a perícia, permaneceu a Patrulha 1 de Motociclistas IOPE formada pelos GCMs Guerra, Da Silva e Damasceno - Durante todo o tempo recebemos apoio da Patrulha 2 formada pelos GCMs Roberta, Marcio Alves e Suzano, assim  como da equipe do Classe Distinta Aldrin.

Enquanto isso, a equipe condutora da ocorrência tomava providências de encaminhamento do motorista acidentado à Polícia Federal - por se tratar de estrangeiro - após ter sido atendida em P.S. e constatação de dosagem alcoólica no IML - por aparentar ter feito ingestão de bebida alcoólica.

VEJA AINDA:

Sendo que o caso estava sendo apresentado na 2° Delegacia de Polícia, no bairro do Bom Retiro, foi sugerido que a patrulha 1 se desloca-se até a delegacia para verificar a situação da perícia, sendo que a ocorrência  já havia transcorrido horas desde o seu início (e por volta das 09:00h da manhã ainda não tinham comparecido ao local).

Conhecedor da possibilidade de ocorrer qualquer hostilidade por parte da autoridade policial, considerando ele entender a pergunta como uma crítica, procurei tomar todo o cuidado quando cheguei ao Olimpo.

Resumo do diálogo

- Bom dia doutor, há previsão da chegada da perícia pelo local? E se há, existe a previsão da apreensão do veículo por Vossa Senhoria para que possamos tomar as providências que nos cabem?

- Você é o condutor? Eu quero aqui o condutor. Não quero saber de equipe de apoio. Se a ocorrência fosse encaminhada pela polícia de trânsito, eles já teriam todos os mecanismos para recolhimento do veículo, já que eles tem competência para tal. No caso, trata-se apenas de uma questão administrativa que não nos diz (Polícia Civil) respeito. Vocês terão de se virar!

- Doutor, então não existe informações sobre a chegada da perícia e se já existem dados sobre futuros procedimentos? Muito obrigado.

Durante as horas que se passaram, a Patrulha 2 também esteve na delegacia. A GCMF Roberta conversou com um dos investigadores, que resolveu verificar a placa do veículo acidentado. Segundo as informações levantadas, o veículo já estava relacionados em outras duas situações suspeitas - se bem me lembro. Com essa nova informação, o delegado determinou a apreensão. Sendo assim, tal colhimento de dados já não poderia ter sido efetuado?

O Mundo Gira

Toda ocorrência traz inúmeros fatores que tornam cada uma diferente da outra - mesmo com todos os procedimentos pré-definidos: a má vontade, muitas vezes, é o pior deles. Diferentemente do que alguns afirmam, o local de acidente não é liberado quando a perícia é finalizada pelo(os) técnico(s), e sim quando a autoridade responsável determina a sua liberação. 

Agentes aguardam decisão da autoridade policial para liberação do veículo. Fotos: Dennis Guerra



Quando um ou mais órgãos do poder público trabalham em conjunto, deve existir uma sinergia muito maior para facilitar as partes de cada instituição. No nosso caso, foram vários agentes envolvidos e inúmeras horas empenhadas.

E por que o mundo gira? Porque na parte da manhã, você ouve de um funcionário público que não tem competência de fazer isso ou aquilo, e já que fez, vire-se! Na parte da tarde fica confirmado que aquele mesmo que fez tal afirmação, não chegou a fazer nem mesmo a sua. Talvez tenhamos aí um caso de A Síndrome do Camisa Dez (Egos Exasperados)?

É parceiro, o mundo gira... e às vezes dá a volta muito mais rápido do que você poderia imaginar!

Sobre o autor: Dennis Guerra - Brasileiro, 38 anos de idade, casado: Doze anos na Guarda Civil Metropolitana; Onze anos na função de Motociclista; Gestão Específica. Cursos SENASP: Condutor de Veículos de Emergência; Violência, Criminalidade e Prevenção; Técnicas e Tecnologias Não Letais para Uso Policial; Capacitação em Educação para o Trânsito; Aspectos Jurídicos da Abordagem Policial e Uso diferenciado da Força. Outros: Táticas Operacionais Defensivas - CFSU; Escolta e Batedor com Motocicletas - PRF; Pilotagem Segura com Motocicletas CET; Pilotagem Defensiva Honda Indaiatuba Curso de Educador - CFSU.


Um comentário:

  1. Pelo que sei polícia civil tb não tem meios para autuar e precisa do policiamento de trânsito.

    ResponderExcluir

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.