2010 / 2017

"Para que o mal triunfe, basta que os bons não façam nada"
Edmund Burke

"O Cão De Guarda Notícias era uma janela para o mundo que esteve aberta entre os anos de 2010 a 2017, deixando agora um vazio enorme em meu coração" Por Dennis Guerra

27 junho 2014

Agentes da Guarda Civil Metropolitana sofrem intoxicação respiratória durante invasão irregular de terreno no bairro da Brasilândia - Zona Norte de São Paulo

27/06/14 - SANTANA Jornalista: Nesta quinta-feira, os Agentes da Guarda Civil Metropolitana da Inspetoria Regional da Freguesia do Ó, Classe Distinta Lopes, GCM Malaquias, GCM Elton e GCM Neville, em cumprimento à Ordem de 




Serviço 024/CON/2014 foram vítimas de grave intoxicação respiratória, em detrimento a mais uma invasão irregular de terreno na região da Brasilândia, zona norte de São Paulo. A nova invasão localizada na Rua Elísio Reinaldo Moraes - próximo do número 4800 da Avenida Cantídio Sampaio, inciou-se durante o período da manhã, estendendo-se durante todo o dia.

Já durante a noite, a situação se agravou, pois os invasores iniciaram a queima de lixo, mato e demais materiais como tinta, gasolina e etc. Materiais estes que, em combinação formam um ingrediente altamente tóxico e lesivo ao organismo humano.

Estando estes agentes da autoridade em cumprimento à ordem legal, os mesmos ficaram expostos à todos estes agentes em combustão, fato este que ocasionou grave intoxicação respiratória. 

Obrigando que os mesmos fossem socorridos ao Hospital Geral de Vila Penteado, onde o Dr. Adair Tadeu CRM 52398 ratificou a intoxicação dos agentes, tendo como base o CID (classificação internacional de doenças) Y26 Intoxicação por fumaça venenosa.

Durante o atendimento, os agentes passaram por exames, ficando em observação e sendo liberados do serviço por 03 dias, conforme o CID descrito acima.

O Ronda Oficial Norte, Inspetor Molinari acompanhou e apoiou os agentes durante o atendimento e demais providências necessárias. O GCM Malaquias, que se encontrava em situação mais grave só veio a ser liberado no Hospital Geral de Vila Penteado horas após o início do atendimento, somente por volta da 01:00hr, sendo deslocado para a sua residência posteriormente.

Estas invasões ilegais e irresponsáveis, tornaram-se uma constante na Cidade de São Paulo, isso devido à precariedade da Legislação vigente e a falta de atitude e punição à estes indivíduos.

O problema, além de complexo, envolve questões judiciais, sanitárias, social e principalmente política, pois não há um entendimento no modus-operandi e uma interligação de toda a rede de serviços tanto do Estado como do Município. 

De modo que, todo atendimento e consequências ficam apenas à cargo dos Agentes da Guarda Civil Metropolitana, que na condição de agentes da autoridade, estão sendo sobrecarregados e obrigados a cobrirem a ausência dos demais órgãos do poder público, como a Subprefeitura, Defesa Civil, Conselho Tutelar, Polícia Militar e etc.

Viaturas envolvidas: N-4056 CD Lopes, GCM Malaquias e GCM Meneghetti - N-4053 GCM Albuquerque, GCM Elton e GCM Neville, N-4058 Inspetor Molinari e GCMF Fernanda.

Fotos do terreno: CD Jailson Unidade Ambiental

SANTANA
Jornalista DRT 73071




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.

Tecnologia do Blogger.