Reunião com entidades define Projeto de Reestruturação da Guarda Civil Metropolitana

07/05/14 - Nesta terça-feira (06.05.2014), durante a reunião ocorrida na SMSU, com as entidades de classe SINDGUARDAS-SP, SINDSEP-SP, ABRAGUARDAS E ABIG) e SEMPLA, ficou definido o Projeto de Reestruturação da Guarda Civil Metropolitana, o qual terá validade a partir de Janeiro de 2015. A proposta que será encaminhada através 



do projeto de lei é a que foi apresentada pela administração Pública Municipal, que estará disponível do site do SINDGUARDAS-SP.



Os principais tópicos definidos na reunião foram:


- Reajuste de 5% a partir de 1º de Maio de 2014; - Reajuste de 10,23% a partir de 1º de Maio de 2016. - Devolução dos valores descontados dos dias de paralisação da greve.

- Retificação da data de enquadramento dos GCM´s 2ª Classe que não tiveram o enquadramento no tempo correto, estabelecendo que todos terão sua data de enquadramento retificadas (corrigidas), como forma de garantir a justiça e resguardar os direitos destes servidores;



O protocolo será assinado na próxima Quinta-Feira dia 08.05.2014, às 10h30, na SMSU, a entidade sindical entende que a reestruturação não sairá da forma como foi apresentada pela entidade, mas entendemos ser um avanço termos a reestruturação e também os reajustes salariais, pois deve ser de conhecimento de todos, que até o momento, nenhuma outra categoria assinou um acordo salarial com reestruturação. As negociações salariais não se encerram com a referida reestruturação e os referidos reajustes, continuaremos a debater o RETP e o aumento linear para todos os servidores na Mesa Central de Negociação.


VEJA AINDA: 


Outro ponto importante que consideramos um avanço é o estabelecimento de um PISO MÍNIMO para os Guardas Civis Metropolitanos, que passa a valer a partir de 1º de Maio de 2014 o Piso Mínimo de R$ 1.449,00 e R$ 1.521,45 a partir de 1º de Janeiro de 2015 e R$ 1.656,00 a partir de 1º de Maio de 2016, sendo que a verba de Unidade de Interesse Estratégico não entrará na composição do Piso Mínimo. Estamos negociando também a exclusão da Gratificação de Motorista. É importante ressaltar que a entidade sindical junto com as outras entidades tentaram desde o inicio conseguir arrancar do Governo um compromisso de reestruturação com reajuste salarial maior, esperamos contar com a união e o apoio de todos para continuarmos na luta, pois as negociações são permanentes.

A DIRETORIA.



Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, seja bem-vindo! Faça o seu comentário com responsabilidade. Muito obrigado!

Por Dennis Guerra