2010 / 2017

"Para que o mal triunfe, basta que os bons não façam nada"
Edmund Burke

"O Cão De Guarda Notícias era uma janela para o mundo que esteve aberta entre os anos de 2010 a 2017, deixando agora um vazio enorme em meu coração" Por Dennis Guerra

26 maio 2014

Da Redação: Entrevista Márcio Ribeiro, o Sargento Chips

26/05/14  - Marcio Ribeiro ingressou na Guarda Civil Metropolitana em 1992, possui um currículo impecável, tendo formação acadêmica em enfermagem e pedagogia, sempre buscou a qualificação permanente, se  especializando no atendimento de emergências, resgate, primeiros socorros, trânsito, prevenção de acidentes no ambiente de trabalho, que o credenciaram como Instrutor no Centro de Formação em Segurança Urbana da Cidade de


São Paulo, também buscou capacitação em recursos humanos e prevenção ao uso de drogas e álcool, em 1995, de forma pioneira realizou intercâmbio no Estados Unidos, ingressando no Curso “Safety Training Officer Curse - STOC” promovido pela California Highway Patrol – CHP (Policia do Estado), sua atuação despertou o reconhecimento do Departamento de Polícia (Sacramento PD) policia do município para complementação em despacho de ocorrência no 9-1-1 no centro de Comunicações, e policia do Condado (Sacramento Sheriff Department) em Respostas à Emergências (Emergency Response)  , quando recebeu o título de Sargento Honorário, passando a ser reconhecido no Brasil como “O GCM que é Sargento do CHIPS“, gentilmente aceitou o convite de Os Municipais e concedeu entrevista a Wagner Pereira nos dias 18 e 19 de maio de 2014.


Traffic Officer Randy Nethery e Seargent Sandra Houston no Comando Geral da Patrulha Rodoviária da Califórnia, Sacramento, U.S.A., em 1995 meus supervisores de estagio e formação.

1 – Em 1997, em sua entrevista concedida ao apresentador Jô Soares, o Senhor traçou um paralelo entre a realidade da Guarda Civil Metropolitana e a Patrulha Rodoviária da Califórnia, evidenciando a diferença gigantesca no tocante a treinamento e equipamentos, passados 16 longos anos, isso diminuiu?

Na realidade meu conhecimento para com policias das América começou quando tinha 14 anos e era Office Boy, entre muitas tarefas era retirar e levar documentação no Consulado Americano, então na Rua Padre João Manoel,933 uma das travessas da Avenida Paulista, hoje o Consulado fica no Brooklin  zona sul de São Paulo, lá em 1985, fiz amizade com um Marine que falava Espanhol, fizemos amizade aprendi o espanhol mexicano, estudei na Biblioteca do Consulado sob a orientação do Fuzileiro tudo sobre Law Enforcement e todos os contatos e endereços das Policias em 50 Estados, Joe Ortiz retornou a America, entrou para a Patrulha Rodoviária da Califórnia, Ortiz me recebeu dez anos depois como Capitão da patrulha e Chefe de Pesquisa e Planejamento de CHP, ficou muito sensibilizado pelo fato de meu irmão ficar paraplégico na Policia Militar do Estado de São Paulo e me indicou aos treinamentos e as áreas de assistência ao policial ferido dos policiais dos Estados Unidos, hoje ele já se aposentou e sempre vem ao Brasil no Carnaval do Rio, a Minas para comprar pão de queijo, e a São Paulo para bistecas do sujinho na Rio Branco com a Ipiranga, com  a esposa e filhos e netos.

Ele só não entende depois de tudo que fiz pela corporação, ainda sou Guarda.......referente a pergunta:

Não, entre a America do Sul e America do Norte temos uma diferença entre 50 a 100 anos de cultura sobre o trabalho de fazer cumprir a Lei (Law Enforcement) lá tem até policia privada que somente realiza policiamento de Escolas e Universidades, no Brasil muitos que se dizem intelectuais interferem demais no trabalho das Guardas Municipais (GMs/GCMs) a desqualificando ou subjugando seu poder de policia, isto já não acontece na América, aqui ainda se confunde muito direitos humanos, com direitos civis.


2 – Desde sua criação em 1986, a Guarda Civil Metropolitana utiliza como arma de fogo, revolveres calibre 38, como o Senhor avalia a Projeto de Lei nº de iniciativa do Vereador Abou Anni, para que a Corporação passe a utilizar pistolas calibre 380?  

O projeto de Lei é mais que bem vindo, como outras iniciativas para o trabalho de fazer cumprir a Lei (Poder de Policia) feita por GCMs da capital, Eu ainda vou mais além, baseado em experiências no Interior Paulista e em outros Estados e Internacionais, acredito que em um futuro bem próximo todos os profissionais de segurança deverão portar uma semi-automática, ou ter a opção de portar o calibre que lhe for mais conveniente, mantendo para alguns o calibre 38, não obrigando o uso por imposição, toda mudança querer tempo e existem pessoas que não se adaptam necessitando um tempo maior de treinamento pratico, destaco também o desenvolvimento de programas para o uso de Armas Longas, como Fuzis e Escopetas no calibre permitido pela Lei do Desarmamento, ate que aja uma alteração para que todos que trabalham em Segurança de Populações possam usar o mesmo calibre sem distinção se ele é GCM, PM ou Agente Penitenciário.

Deve-se desenvolver o conceito que devemos estar no mesmo nível de reação a uma agressão injusta ou superior ao do Crime Organizado.

Exemplo na Califórnia (U.S.A.) no patrulhamento normal os modelos de pistola são diversos mais os comuns utilizados são: a Smith & Wesson modelo 4006, Remington 870, SIG M400 rifle em 5,56 milímetros. Opção Revólveres Magnus 357, 44.

Em 08 de Outubro de 2013, encontro de Romus (Rondas Municipais) na Cidade de Cosmópolis - SP na região de Campinas, Guardas Municipais de Fuzis Zafir T-14, nesta data fui homenageado com a Láurea de Mérito Pessoal.

3 – Com sua experiência internacional, como o Senhor avalia os modelos de viatura utilizadas pelas Corporações de Segurança Pública do País?

Razoável, para Realidade Brasileira, aqui quem trabalha com a viatura é o último a ser consultado, pois a pessoa que compra a viatura para o trabalho do policial geralmente e um (a) gestor (a) não operacional, ou seja, ele nunca viu um GCM de 1,90 com 120 kilos dirigindo um Ford -fiesta com ( sela), a situação que o policial fica após 12 horas de trabalho, relatórios são elaborados mas são ignorados na abertura dos envelopes de licitação das empresas que vão locar as viaturas.

Vamos pensar assim um (a) gestor (a) de frota fica em uma sala sem ar condicionado, sem internet, sem espaço para trabalhar, eu acho que não. Exemplo na Califórnia (U.S.A.) os veículos de patrulhamento são:  Ford Police Interceptor Utility Vehicle, Ford Crown Victoria Police Interceptor,  Ford Expeditions, e Dodge Durangos 

Traffic Officer Frank Peixoto, responsável pelo meu transporte em solo Americano, no estacionamento do Hotel de Transito dos Membros da Patrulha, em West Sacramento, Califórnia U.S.A., em 2012.

4 – O Projeto de Lei nº 1332, que tramita no Congresso Nacional e regulamenta as ações da Guardas Municipais, deixou de fora o atendimento emergencial como atribuição, mas isso não é intrínseco a atividade de seus agentes? O atendimento emergencial, resgate e primeiros socorros não deveria ser matéria obrigatória na formação desses profissionais, bem como, de qualificação permanente?

Sim, A PL 1332 é para as GCMs/GM um norte uma referencia que poderá ser melhorada, para aqueles que nem sabem para que serve uma GCM, a exemplo da assessoria mal informada do (Prefeito Haddad) em entrevista aos meios de comunicação sobre Guarda Imobiliária. A defesa da Vida esta na Constituição em seu artigo 5º, esta bem claro, a portaria 2048/02 do Ministério da Saúde sobre Atendimento Pré – Hospitalar fala sobre os profissionais da área NÃO médica como: Bombeiros Militares,Agentes de Trânsito (CET-SP) GCMs/GMs, Policiais Militares,Civis e Rodoviários Federais e Federais, deveriam estar no mesmo nível de formação/capacitação em Suporte Básico de Vida (SBV), com manequins para praticas de PCR e RCP, simulações para corrigir erros de atendimento como colocação do colar cervical, KED e uso do DEA (Desfibrilador Externo Automatico) , que não precisa ser utilizado exclusivamente por profissional de Saúde.

5 – O atendimento emergencial tem perdido constantemente espaço na segurança pública, na Cidade de São Paulo, na Gestão do Prefeito Gilberto Kassab (2006/2012), foi firmado convênio com a Polícia Militar do Estado de São Paulo, para que o efetivo do Corpo de Bombeiros, em seu horário de folga, pudesse trabalhar no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU, esse serviço não deveria ser absorvido pelas Guardas Municipais, principalmente nas Cidades em que há equipamentos municipais de Saúde?

A questão aqui (Cidade de São Paulo) é mais política do que atendimento emergencial, os números são apresentados na mesa do Prefeito, que é o responsável por qualidade de vida, por exemplo: tenho 50.000 Pms para colocar a disposição do Município  e tenho 4.000 GCMs quem ganha???

No interior é o inverso tenho 80 Pms em uma Companhia de uma determinada Cidade e tenho uma Guarda Municipal com 320 GCMS quem ganha???

Sim poderíamos assumir, mas precisaríamos de efetivo, o município não investe em recursos humanos a mais de 8 anos, enquanto que no interior esta realidade é bem mais desenvolvido do que na Capital, porque á renovação, capacitação inclusive no Exterior a exemplo de ( Paulínia SP , Cosmópolis SP , Piracicaba SP ) que envia seus GCMs para cursos na SWAT na Florida e Texas (U.S.A). Nestas Cidades se o Governo não investe, não possui recursos financeiros na capacitação de seu efetivo o Secretário ou Seu Comandante vai atrás de recursos nos Consegs, Associações Comerciais e Simpatizantes das Corporações Municipais.

Em algumas cidades que estive como Instrutor de Formação nos seus EQPs, verifiquei que a GCM só tem um ou três programas como: ruas seguras (visão em patrulhamento), educação e proteção escolar, resposta a chamados 153 (central de comunicações) independente não atrelada a outra policia com um software desenvolvido para somente receber e não compartilhar ocorrências de gravidade em uma mesma região o SIOPM Sistema de Operações da Policia Militar em São Paulo é compartilhado com a GCM somente para colher informações urgentes e não repassa ocorrências de gravidades em uma mesma região não existe trocas de informações em tempo real sobre ocorrências de defesa da vida,  temos aqui mais de cinco programas para um efetivo reduzido, envelhecido e 30 a 40% a um pé da aposentadoria.

Na Califórnia, existe o Officer Down (Policial Abatido) protocolo aonde todas as  policias enviam unidades de apóio, apartir da solicitação de sua central as outras informando o codigo 11-99, que por lá não se usa o código Q, e sim o código 11.
Instrutor de Suporte Básico de Vida em Ambientes Policiais das Rondas Municipais – ROMU, Cidade de Cosmópolis, interior do Estado de São Paulo. 

6 – No Brasil há pouca abordagem ou iniciativa para qualificação da população para agir em casos de acidentes domésticos e situações emergenciais, esse processo de capacitação não deveria ocorrer já na escola, desde o ensino infantil?

Sim, existe varias iniciativas mais nenhuma teve solução pratica a exemplo do código de Trânsito que ate instituiu uma comissão para educação de Primeiros Socorros no Trânsito nas escolas, o PCN – Plano Curricular Nacional do Ensino Infantil até sugere na grade curricular o ensino de primeiros socorros, para Diretores, Assistentes, Professores, Funcionários e Alunos, mas só no papel, existem iniciativas como: Bombeiros Mirins em alguns Estados, Samuzinho no Distrito Federal, mas ainda não existe uma capacitação Nacional.

Em São Paulo, recentemente a Escola de Profissionais do Samu, capacitou profissionais por Naes, e a Secretaria Municipal de Educação em contra partida comprou os Kits de Trauma, para toda rede municipal de Ensino, mas estive em uma Cei na zona norte outro dia, que havia funcionários que não sabiam usar, montar o colar cervical e nem o tamanho apropriado para a criança,após a queda de uma criança de um brinquedo recorrendo a GCM e ao SAMU, sendo que o correto seria os Bombeiros pelo 193, ocorrência de trauma.

7 – O Senhor é favorável as Guardas Municipais atuarem na fiscalização de Trânsito? Qual o órgão deve ser responsável pelo planejamento e educação no trânsito? Qual a avaliação do serviço prestado pela Companhia de Engenharia de Tráfego – CET?

Sim, mas com reservas, cada cidade tem a sua peculiaridade e a formação do profissional GCM no Trânsito deve vir já na sua formação, ser profissional de trânsito é ser mediador de conflitos e Socorrista, ele tem que lidar muitas vezes com situações criticas e contato com secreções como sangue (lesões de tecidos, fraturas expostas) vômitos, urina e fezes (AVCs), bem diferente daquele Gcm administrativo, ou de posto fixo, que geralmente atendem situações de mal súbito (Desmaios).Detran dos Estados com divisões de educação de trânsito com policiais educadores e as jaris – junta administrativa de recursos de infrações regionais com guardas educadores e agentes de trânsito educadores. A CET é excelência no que faz, somente ficaria melhor se tivesse uma divisão da GCM, para suporte de apóio em operações viárias, corredores e grandes eventos, auxilio em acidentes de transito principalmente nas marginais tiete, pinheiros e radial leste, poderia ter ai uma grande parceria e troca de experiências,tanto para apreensões como para como trabalhar a dinâmica do Trânsito, e também daria um grande suporte para o credenciamento de Gcms na habilitação/credenciamento junto a Secretaria Municipal de Transporte e DSV em autuação de trânsito no perímetro escolar e operações especiais.
 
8 -  Os crimes de trânsito são cada vez mais freqüentes, o número de mortes é inaceitável, quase sempre em decorrência da imprudência, imperícia o negligência de seus condutores, que muitas vezes estão sob efeito de álcool ou entorpecentes. As recentes mudanças do Código Nacional de Trânsito poderão ter algum efeito? Qual a principal medida deveria ser instituída como política pública de trânsito?

O Trauma, tanto físico como psicológico deve ser estudado como uma doença, pois é só fazer uma visita a um hospital complexo como Hospital das Clinicas que você tem uma visão de como estamos, os órgãos de fazer cumprir a Lei no Brasil, Municipais Estaduais e Federais deveriam criar as suas ligas de Traumas para implementação de protocolos de atendimento e atualizações.

O motorista sobre influencia (Drive and Influence - DUI) deveria ser a referencia, porque temos alem do álcool, outras drogas e substancias que interferem no comportamento do motorista ao volante

9 – O meio ambiente tem despertado uma preocupação mundial, no Brasil, em especial nas regiões metropolitanas, no entanto, temos muitos veículos e péssimo estado de conservação, com altos índices de emissão de poluentes, no entanto há timidez por parte do poder público na sua fiscalização, o que pode ser feito?

A necessidade de trazer da Europa e America do Norte, as usinas de reciclagem de veículos lá temos veículos antigos que rodam, mas em perfeito estado de conservação e com selo autenticidade pela autoridade como veiculo de colecionador, aqui não temos uma legislação especifica para carros ou carcaças abandonadas entre municípios e estados, uma parte dos veículos apreendidos poderiam ser tornar ferragens para construção civil para programas de habitações populares, pois a tendência no futuro são veículos mais leves com materiais plásticos e de fibras de carbono entre outros em desenvolvimento. Em Países como Europa e América veiculo não reclamado em 90 dias vai para destruição

10 – O trânsito cidadão passa obrigatoriamente pelos bancos escolares, o Senhor tem algum projeto de inserção do tema na rede pública de ensino?

Sim, Gostaria de apresentar nas GCMs em suas divisões de Educação o ( P.A.R.T.Y. Program) ele é direcionado aos jovens que estão se habilitando no Trânsito, entre 15 a 17 anos que consiste em promover a prevenção de lesões, através da realidade dos acidentes de trânsito, a reconhecer os riscos, fazer escolhas e identificar potenciais conseqüências sobre as atividades e comportamentos.

Palestra na Escola do Servidor Público da Cidade de São Paulo, Suporte Básico de Vida em Ambiente Policial, aos membros do Comando Operacional Norte, da Guarda Civil Metropolitana.

11 – Os profissionais de segurança são expostos diariamente são expostos a inúmeras situações que causam desgaste físico e mental, conseqüentemente estresse e outras doenças ocupacionais, tanto que o índice de servidores afastados varia entre 15% e 30% do efetivo das Corporações, e esse quadro vem se agravando, quais medidas preventivas podem ser adotadas?

As grandes corporações de atendimento de Emergências no Mundo, hoje, trabalham a Psicologia de Emergências, socorrendo quem socorre, porque muitas vezes o policial e cobrado por uma realidade que ele ainda não passou, ou, atendendo uma ocorrência que ele esta passando em sua vida particular, como Alcoolismo, Uso de Drogas licitas e ilícitas, filhos drogados, separação, depressão aliada a frustração no desempenho de suas funções, em muitas vezes o levando ao suicídio, caso a ajuda psicológica não venha logo.

Afastá-lo, deixá-lo como um inútil é uma pratica que as policias de outros Países não fazem, através da psicologia de Emergências identifica os riscos, para aquele profissional e com a ajuda dele procura se buscar uma solução tanto para instituição como para o profissional para o convívio e a ajuda a outros colegas que foram diagnosticados.

12 – A qualidade de vida dos profissionais de segurança pública é muito ruim, tendo como causa principal os baixos salários, conseqüentemente se dedicam a uma jornada dupla de trabalho,  sendo um fato do elevadíssimo número de divórcios promovendo a desestruturação familiar, o que pode ser feito para reverter este quadro?

A cultura do bico já faz parte da vida dos Brasileiros, diferente da de outros Países, a qual o profissional tem um ótimo salário e o Pais não tem oscilação na economia, ele vive e aqui a gente sobrevive. A carga horária pode ser diminuída, a remuneração pela hora trabalhada a mais paga em dobro, aposentadoria com 25 anos de efetivo exercício na função policial, com aposentadoria integral, ser um serviço com oportunidade de crescimento interno, para que você com 20 anos de serviço cheguem ao posto de Comando a exemplo de outros Países.  Exemplo: No serviço público municipal nenhuma outra área corre tanto risco de morte como um GCM, lidando com psicopatas homicidas e traficantes.

13 – A Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça – SENASP/MJ, divulgou no XXI Congresso Nacional das Guardas Municipais, realizado na Cidade de Novo Hamburgo em 2011, proposta de plano de carreira com 3 diretrizes, carreira única, 10 cargos e escolaridade, como o Senhor avalia essa proposta? Qual o modelo utilizado pelo Departamento de Polícia de Sacramento?

A viabilidade para uma GM/GCM de um município com recursos pode ser até viável, mas para um município pequeno pode trazer problemas com muitos cargos sem função porque o trabalho desenvolvido e o numero de programas é bem menor.

A policia municipal da cidade de Sacramento, Califórnia U.S.A., tem uma disciplina para-militar sendo totalmente civil, mas com denominações convencionais entre as forças daquele País, sendo o Oficial de Policia (Police-Officer), Cabo, Sargento, Tenente (Lieutenant), Capitão, Assistente Chefe e Chefe de Policia
Captain .James Newberry,sênior volunteer program coordinador, Lieutenant Bruce Kynaston, Amador Área Office coordinador, em minha ultima visita de atualizações em 2012.

14 – Qual a remuneração inicial e jornada de trabalho de um policial do Departamento de Polícia de Sacramento? O Senhor é favorável ao piso mínimo para os profissionais de segurança pública no Brasil? Isso afeta o pacto federativo?

São duas as faixas salariais dos recrutas. Os de formação secundária têm o seu salário calculado a US$ 21,33 por hora, ou seja, US$ 3.711,42 mensais, já o recruta com formação universitária, dependendo da qualificação em que é diplomado, pode receber até US$ 28,85 por hora, ou seja, US$ 4.985,10 mensais

Sim, é possível realizar estudos para subsidiar aquele município que não tem fundos para segurança publica, ou a criação de consórcios para compra de EPIs, viaturas, uniformes, sistemas de comunicações, ou trabalhar o repasse de verbas e ou doações da comunidade e empresários.

15 - Em sua experiência internacional como o Senhor avalia o Sistema de Segurança Pública do Brasil?

Para a realidade atual atrasado, o município deve assumir o seu papel garantindo  investimento na Guarda Civil Metropolitana, ela foi criada para o povo para lhe dar proteção e serviços, o mínimo para o desenvolvimento operacional, intelectual a seus agentes, criar legislações aonde o profissional possa ter amparo para Estudar se aperfeiçoar,em outros municípios e estados, inclusive no Exterior, com auxilio financeiro do Governo a exemplo de programas como Ciências sem Fronteiras do Governo Federal e ou que possa aplicar o que aprendeu em outros Países como forma de pagamento pelo investimento.


16 – A desmilitarização das Polícias Militares era um anseio de grande parte da sociedade brasileira, no entanto com a crescente violência e sensação de insegurança, o discurso mudou, tanto que alguns especialistas como  defendem que essa medida agravaria a quadro, pois a subordinação hierárquica rígida permite que o estado possa dispor dessas Corporações para a manutenção da ordem pública, Qual o posicionamento do Senhor sobre este tema?

Temos exemplos na Bahia e Pernambuco em que a disciplina e hierarquia nada valem, quando seu filho não tem o que comer, nas recentes greves dos militares.

A policia militar / civil ou federal devem ser remunerada a altura de suas atribuições, e acrescento as GMs / GCMs.

Eu trabalho na rua á 23 anos para uns pode ser pouco, mas digo que aprendi, aprendo e vou aprender até minha aposentadoria daqui a três anos, porque trabalho em um serviço dinâmico, que você atende uma mesma natureza, quase todos os dias, mas nenhuma ocorrência é igual a outra.

O maior problema entre Guardas e Policias é informação/Comunicação, sistemas que não se comunicam, tanto de comunicações radio, como internet, divulgação nos sites das policias do estado e da união Senasp os links das guardas dos municípios ou das capitais que possuem nos links das guardas o link da policias militares, bombeiros e boletim eletrônicos para os estados que possui este tipo de serviço, o cidadão precisa ter acesso aquele serviço que tem curiosidade em saber, do link da PM pode acessar a GCM ou vice versa, divulgação de seus trabalhos voltados a comunidade, para mediação de conflito, e para as crianças, como muitos exemplos pelo País a fora como Guarulhos (Guard), Criança sobre nossa Guarda em São Paulo, e salas de mediação entre diversos que poderia citar.

Exemplo: Na Califórnia se você acessa o link da CHP, você acessa em janelas laterais as policias municipais de condados e das cidades, sem vaidades, sem ranço entre as instituições, alerta de seqüestro de criança, roubo de veículos você pode comunicar a uma policia ou sheriff e o alerta é automático para todas.

17 – Não ocorrendo a desmilitarização das policiais estaduais não será possível sua unificação com as policias civis, isso emperra o surgimento de uma polícia municipal? Como as Guardas Municipais seriam inseridas neste contexto?

A reformulação do Artigo 144 Segurança Pública, deve ser mais que uma prioridade porque a criação no papel das policias municipais é mais que uma necessidade na realidade atual.

Nos Estados Unidos da América, têm mais de 70.000 departamentos de fazer cumprir a Lei (Law Enforcement) municipal, estadual e federal, todas de ciclo completo (patrulha e investiga).

O Brasil após a Copa do Mundo será outro, e a sugestão que dou e que todas aqui tenham ciclo completo, pois devem ter sua área de investigação criminal e patrulha, assuntos internos (corregedoria) para apurações de abusos

Nada impede que as GCMs tenham ciclo completo, uma realidade atual e iminente, porque Policia Municipal ela já é a muito tempo.

18 – A Guarda Civil Metropolitana de São Paulo teve aprovado na Câmara Municipal Projeto de Emenda a Lei Orgânica da aposentadoria especial, quanto tempo é necessário para que um policial do Departamento de Polícia de Sacramento possa se aposentar? O Senhor pretende se aposentar nos próximos anos?

Na America o policial se aposenta ao completar 20 anos de serviço. Neste caso, o valor da aposentadoria é equivalente a 55% da média salarial dos últimos doze meses. Se trabalhar vinte e cinco anos, a aposentadoria é de 70% da média salarial e, se trabalhar trinta anos, perceberá 90% desta média. Depois de aposentado e completar 55 anos de idade, o policial recebe seguro médico grátis pelo resto da vida.

Sim daqui a três anos me aposento e pretendo me dedicar a área de Ensino e Saúde.

Liliane Ferreira Ribeiro minha filha conhecendo a nova Sede e as novas Ford Explorer SUV da Patrulha Rodoviária da Califórnia, Sacramento, U.S.A.


19 – O Senhor pretende retornar aos Estados Unidos? Quais são seus projetos para o futuro?

Sim, na realidade sempre vou a America para complementação e atualizações de estudos a cada três anos, o que realizo enquanto profissional de segurança publica é aplicar o que aprendo em fazer cumprir a Lei (Law Enforcement) na America do Norte, trazer e adaptar a nossa realidade nas GCMs que sou convidado a ser seu instrutor de EQP e ou formação inicial.

Diversos, mas não serão realizados aqui, não há reconhecimento e sim muito desprezo.

20 – Qual a mensagem final que o Senhor gostaria de transmitir aos nossos leitores.



As policias da América tem um pacto pela vida,chamado lá de ( Mutual Aid ) auxilio mutuo, quando um policial ou um cidadão esta entre a vida ou morte, em Emergências de Acidentes ou Incidentes, de colisões de carros, a sequestros e ou agressões a tiros de arma de fogo ou branca (faca) todas se unem em um bem comum, não ha disputas  a prioridade é prender não importa qual seja a policia, o que importa é a vida do policial na ocorrência, o refém ou vitima salvos e o transgressor ou meliante, devidamente custodiado e levado a autoridade competente.

Sobre minha mensagem pessoal de coração:


"Aos meus amigos e inimigos,  a inveja é o maior dos obstáculos, todos podem realizar, igual ou ate mais do que Eu realizei, somente você precisa ter ambição, garra e determinação,  e para informação a quem nunca ouviu falar de mim Eu nunca tive minhas passagens pagas pela Prefeitura da Cidade de São Paulo, apesar de ser funcionário de carreira e efetivo, da cidade que supera alguns Estados em arrecadação,  sempre realizo minhas aulas de instrução ou palestras no meu horário de folga, não utilizo o uniforme da corporação em beneficio próprio, somente devidamente autorizado, com destaque em alguns casos no Diário Oficial do Município. a exemplo de ser o primeiro GCM de SP a receber uma Láurea no Interior do Estado por ministrar aulas inclusive sem cobrar, para que todos tenham o mesmo nível de conhecimento no trato a ocorrências de resposta a primeiros socorros, uso de arma de fogo, mediação de conflitos e telecomunicações.

O uniforme de Padrão Internacional de Resgate Busca e Salvamento em Laranja, esta condicionado as representações de que realizo somente para Instrução e Simulações, nele tem todas as minhas qualificações, nas diversas instituições que tive a honra de estudar.

NO BRASIL:

Força Aérea Brasileira
Marinha do Brasil
Policia Militar do Estado de São Paulo
Policia Civil do Estado de São Paulo
Infraero Aeroportos de São Paulo ( Campo de Marte,Guarulhos e Congonhas)
Detran - Departamento Estadual de Trânsito do Estado de São Paulo

NOS ESTADOS UNIDOS:

Califórnia Highway Patrol - CHP
Sacramento Police Department
Sacramento Sheriff Department
Los Angeles School Police Department"


Representando o Brasil em 2012 no Congresso da Associação Nacional dos Policiais de Recursos de Escola, POLICIAS PRIVADAS responsáveis pelo policiamento de Escolas e Universidades nos Estados Unidos e Canadá, da direita para esquerda, Officer Rudy Perez, Diretor Executivo Mo Canady, e Officer James Ryan membros de Los Angeles School Police Department. 

Fonte: Os Municipais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.

Tecnologia do Blogger.