25 abril 2014

Polícia Militar de São Paulo troca de farda para facilitar busca por bandido - A farda seria mais confortável para permitir melhores movimentos dos soldados

25/04/14 - Segundo o comandante-geral da PM, coronel Benedito Meira, os novos uniformes serão usados pelos policiais militares em atividades operacionais, fora dos quartéis. “Os policiais que fazem serviços internos, 


administrativos, também receberão o novo uniforme, mas eles serão usados em situações que esse policial for para a rua”, disse. De acordo com o comandante da PM, a corporação não trocava o modelo de seus uniformes desde o final dos anos 1990. A mudança dos uniformes visou, segundo a polícia, a adoção de materiais de maior conforto térmico e resistência.    
Apesar de ser colocada à prova às vésperas da Copa, a nova roupagem, frisa a PM,  não foi criada especialmente para o Mundial de futebol e faz parte de uma política “constante de aperfeiçoamento e padronização da PM” paulista. 



















MAIS ESCURO/ A principal alteração é a tonalidade da cor cinza da camisa, que será mantida, mas em um tom mais  escuro, o mesmo da calça. Foram confeccionados 254.199 conjuntos da nova roupagem. Cada PM receberá três. A distribuição começou em março. 
De acordo com a PM, não haverá diferenciações entre os uniformes masculino e feminino, a não ser “as diferenças anatômicas estruturais entre o homem e a mulher”. As roupas  e acessórios são de fabricação nacional, segundo a PM. A empresa responsável é a Vince.    
O presidente da Associação dos Cabos e Soldados da PM paulista, Wilson Morais, classificou como absurda a quantia  gasta com a troca da vestimenta. 
MAIS 
Guardas municipais estão agora oficialmente armadas - Veja em: PL 1332/03 que regulamenta as guardas municipais gera grandes discussões sobre texto alterado
Embora seja comum o uso de armamento por guardas municipais, só agora a Câmara dos Deputados aprovou a lei que regulamenta a criação e o funcionamento destas instituições, permitindo o uso de arma de fogo nos casos previstos no Estatuto do Desarmamento.
500 mil pessoas é o que uma cidade precisa ter para a GCM ter direito a porte de armas
Porte só vale para cidades com  500 mil habitantes
Segundo a regra aprovada, o porte de arma aos guardas será permitido nas capitais dos estados e nos municípios com mais de 500 mil habitantes e em cidades com mais de 50 mil e menos de 500 mil habitantes, quando em serviço.
Direito  fica suspenso por algumas restrições
O direito ao porte de arma poderá ser suspenso em razão de restrição médica, decisão judicial ou por decisão do dirigente com justificativa, conforme estabeleceu  a lei aprovada nestes semana.
Associação critica gasto que chega a R$ 24 milhões
O presidente da Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do Estado de São Paulo,  Wilson Morais, disse que a entidade é contrária à troca de uniformes  da PM. De acordo com ele, os R$ 23,9 milhões gastos na aquisição das vestimentas deveriam ter sido usados no reajuste salarial da categoria.
Lutamos, sem sucesso,  por um aumento. Os policiais militares  trabalharão em turnos maiores durante a Copa do Mundo e não vão ganhar um tostão a mais por isso. É um absurdo o governo gastar tanto dinheiro em uniforme e deixar o PM trabalhando feito escravo e ganhando um salário de miséria”, disse. 
Segundo Morais, a Associação dos Cabos e Soldados tem mais de 80 mil filiados e nunca recebeu reclamação contra os atuais uniformes. “Se os uniformes incomodassem tanto os  policiais eles teriam reclamado. Mas não. Nós não temos esse tipo de reclamação. Essa mudança é puro marketing”, disparou. 
Para o presidente da entidade, a textura do tecido dos novos uniformes é muito espessa e , em dias quentes, fará o PM sentir muito calor. “Essas roupas geralmente são boladas por gente de gabinete, que não conhece a realidade das ruas. O tecido deveria ser mais leve, mais maleável. Tenho certeza de que em breve os PMs começarão a reclamar muito em breve”, afirmou.

Entrevista Benedito Meira - comandante-geral da Polícia Militar
Gastamos o mesmo do que em outros anos’
DIÁRIO - A Associação dos Cabos e Soldados avaliou como absurda a compra dos novos uniformes. Como o senhor vê o  posicionamento da entidade que representa os policiais?
BENEDITO MEIRA _ Todos os anos a PM troca os uniformes dos policiais militares. A mudança de modelo não significou acréscimo nos gastos. Gastamos a mesma quantia que seria gasta para repor as peças do modelo antigo.  
Por que a PM decidiu mudar o uniforme?
A qualidade do tecido anterior estava desgastada. Também fizemos uma pesquisa interna que mostrou que os policiais militares queriam um novo uniforme  
Quais são as principais vantagens da nova roupa?

Eles têm mais durabilidade, mais resistência. E o melhor de tudo é que  custam a mesma coisa do que os outros uniformes custavam. Com certeza foi feito um bom negócio. 

0 COMENTÁRIOS DOS VISITANTES::

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.