Guarda civil é morto durante assalto na zona sul de São Paulo - Vítima tentou fugir dos criminosos mas foi baleada e acabou morrendo (Atualizado com vídeo)

18/03/14 - O guarda civil metropolitano Orlando Bento de Souza, de 54 anos, morreu após um assalto na avenida Giovani Gronchi, na Vila Andrade, zona sul de São Paulo, por volta das 6h deste domingo (16). Ele estava em sua moto quando foi abordado por bandidos que estariam também em 


motocicletas.  A vítima ainda tentou fugir, mas foi perseguida pelos criminosos até a rampa de um supermercado, na avenida Alberto Augusto Alves, também na Vila Andrade, onde foi baleada com pelo menos três tiros. O guarda civil era casado e tinha sete anos na corporação. A vítima chegou a ser socorrida para o hospital de Campo Limpo, mas não resistiu aos ferimentos.  Os criminosos levaram a moto da vítima. Fonte: R7.

Assista ao vídeo do SBT clicando AQUI


VEJA AINDA:

Nota do editor O Cão De Guarda Notícias

Como eu já havia citado na postagem Duas maneiras de analisar a mesma informação (Atualizado com vídeo), e considerando o subtítulo da matéria (Vítima tentou fugir dos criminosos, mas foi baleada e acabou morrendo), eu gostaria de entender apenas uma coisa: Se era um simples assalto, por que o GCM foi perseguido e assassinado? A resposta seria (Porque) os assassinos descobriram que ele era um agente de segurança pública? Bem provável.

Por Eliézer Quintino: O corpo do colega Orlando Bento de Souza será cremado às 08:00h deste dia 17/03, no Cemitério de Vila Alpina - Vila Prudente - Zona Leste. Fonte: facebook








Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, seja bem-vindo! Faça o seu comentário com responsabilidade. Muito obrigado!

Por Dennis Guerra