Policial Militar agride crianças em porta de escola estadual em São Simão - SP

14/02/14 - Encaminhado por Marcio Ribeiro: Uma confusão em uma escola estadual de São Simão (278 km de São Paulo) acabou com uma ação violenta da Polícia Militar contra os alunos, que foram agredidos e levados para a delegacia. De acordo com o jornal A Cidade, tudo começou na noite da última quarta-feira (12), quando um aluno do 8º ano teve um cartão



de memória furtado e, irritado, se armou com paus, ameaçando alunos e professores. No dia seguinte, houve o início da confusão, com a denúncia dos estudantes de que os policiais agrediram o colega. As aulas foram suspensas às 15h, após um grupo de alunos, em protesto, depredar janelas e queimar cortinas. Durante o protesto, os policiais agiram com grande violência, como flagrou a reportagem do A Cidade.

VEJA AINDA:

Segundo o diário, ˜adolescentes de 12 a 17 anos foram agredidos, algemados e ameaçados. Até spray de pimenta foi usado. Nove adolescentes foram levados para a delegacia, mas a PM não sabia por qual crime eles deveriam responder.˜
“Eles serão qualificados, vamos ver quem fez o quê”, disse o capitão da PM Maurício Tavares em entrevista ao jornal. O oficial afirmou ainda que os policiais tiveram “o procedimento normal”. “Essas crianças têm índole violenta. É preciso cuidado. As pessoas podem se machucar gravemente”, disse. 


Capa da edição desta sexta-feira (14) do jornal A Cidade.
Fonte: Yahoo Notícias
Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, seja bem-vindo! Faça o seu comentário com responsabilidade. Muito obrigado!

Por Dennis Guerra