19 dezembro 2013

Congresso aprova Orçamento e salário mínimo será de R$ 724 em 2014

19/12/13 - O salário mínimo deve ser de R$ 724 a partir de primeiro de janeiro de 2014. De acordo com a Agência Brasil, o aumento será de 6,6% em relação ao mínimo atual. Durante sessão extraordinária, que avançou pela madrugada desta quarta-feira, o Congresso Nacional aprovou a LOA 

(Lei Orçamentária Anual). O texto segue para sanção presidencial. O Orçamento tem valor de R$ 2,48 trilhões. Para a Educação, a previsão de recursos é R$ 82,3 bilhões. O PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) receberá R$ 61,7 bilhões. A Saúde ficou com R$ 100,3 bilhões.
VEJA AINDA: 

Os parlamentares aprovaram ainda a inclusão de R$ 100 milhões para o Fundo Partidário, aumentando para R$ 364,3 milhões o valor previsto para 2014.
Impacto – Em setembro, a previsão era de que o salário mínimo chegasse a R$ 722,90 para o ano que vem. Neste cenário, o reajuste impactaria na economia de Mato Grosso do Sul em mais de R$ 689 milhões por ano.
De acordo com o IBGE (Instituto Nacional de Geografia e Estatística), em 2010, 1,1 milhão de trabalhadores recebiam o salário mínimo no Estado. Na Capital, 407 mil recebem um salário mínimo por mês.
O aumento será de R$ 46, passando dos atuais R$ 678 para R$ 724. Ampliar o poder de compra e movimentar a economia são pontos positivos do aumento do salário. Já os aspectos negativos ficam restritos aos municípios e à Previdência.
Publicado em 18/12/2013

0 COMENTÁRIOS DOS VISITANTES::

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.