2010 / 2017

"Para que o mal triunfe, basta que os bons não façam nada"
Edmund Burke

"O Cão De Guarda Notícias era uma janela para o mundo que esteve aberta entre os anos de 2010 a 2017, deixando agora um vazio enorme em meu coração" Por Dennis Guerra

15 novembro 2013

Idosa dá a luz um bebê fóssil de 56 anos - verdade ou mentira?

15/11/13 - Zahra Aboitalib, uma marroquina de 75 anos teria dado à luz um bebê petrificado após ficar grávida por mais de 50 anos. Será que essa notícia é real? A história apareceu na internet no começo de novembro de 2013, mas é um pouco mais antiga do que isso. De acordo com o texto, a marroquina Zahra Aboitalib teria ficado grávida em 1955, mas seu


bebê só foi nascer 56 anos depois e, para espanto de todos, o corpo da mãe havia transformado seu filho em pedra! Há até algumas fotos do bebê estátua circulando por aí:


Feto teria virado pedra dentro do corpo da mãe! Verdadeiro ou falso? (foto: Reprodução/Internet)
Feto teria virado pedra dentro do corpo da mãe! Verdadeiro ou falso? (foto: Reprodução/Internet)

Verdadeiro ou falso?


A história, apesar dos exageros e do uso de termos errados, é real!

Em 1955, a marroquina Zahra Aboitalib sentiu as dores do parto e foi levada a um hospital, mas depois de ver uma mulher morrer na mesa de operações durante uma cesárea (e achando que poderia ter o mesmo destino), fugiu aterrorizada para a sua pequena cidade – uma pequena vila nos arredores da cidade de Casablanca, em Marrocos. Depois de sofrer alguns dias com fortes dores, Zahra parou de reclamar de dor. “As dores simplesmente pararam!”, diz ela! A marroquina acreditava no mito local do “bebê dormindo”, que pregava que um feto poderia ficar hibernando dentro da barriga da mãe por um tempo indeterminado.




Então, em 2011, 56 anos depois, a mulher (na ocasião com 75 anos de idade, mãe adotiva de três filhos e avó de um deles) começou a sentir fortes dores novamente e, depois de vários exames no hospital, o Dr. Taibi Quazzani lhe explicou que ela havia passado por uma gravidez ectópca (onde o bebê se desenvolve fora do útero da mãe) e que o corpo do neném havia se fundido com os órgãos internos de Zahra. Para se proteger da infecção a partir deste ‘corpo estranho’, explica o Dr. Taibi, o corpo desenvolveu uma camada de material calcificado duro em torno do bebê morto.


 Zahra Aboitalib ao lado do feto extraído de sua barriga! (foto: reprodução/YouTube)
Zahra Aboitalib ao lado do feto extraído de sua barriga! (foto: reprodução/YouTube)

Operação arriscada


A operação para remover o feto calcificado foi muito delicada, pois ao longo das décadas o feto havia se fundido com a parede abdominal de Zahra e outros os órgãos internos. Graças à tecnologia e à perícia da equipe médica, os cirurgiões responsáveis conseguiram – com a ajuda de tomografias e ressonâncias – localizar com exatidão o local da nova cesariana. Sem esses dados, os médicos poderiam ter errado feio e causado uma hemorragia interna, matando Zahra.

Mas tudo correu bem e a operação foi um sucesso!

Abaixo, um documentário (em inglês) sobre o curioso caso de Zahra Aboitalib:




Atualmente, há registros de 300 casos semelhantes ao de Zahra, mas o bebê dessa marroquina ganhou destaque por ter passado mais tempo no útero.

Conclusão


História real! O feto não virou pedra, mas foi isolado pelo organismo da mãe, ficando com aparência de uma estátua!

Fonte: E-Farsas.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.

Tecnologia do Blogger.