2010 / 2017

"Para que o mal triunfe, basta que os bons não façam nada"
Edmund Burke

"O Cão De Guarda Notícias era uma janela para o mundo que esteve aberta entre os anos de 2010 a 2017, deixando agora um vazio enorme em meu coração" Por Dennis Guerra

05 setembro 2013

Segurança será reforçada em SP por risco de tumultos no 7 de setembro

05/09/13 - Encaminhado por Renata Guazzelli: PM e GCM aumentarão efetivo durante desfile no Anhembi e na Paulista. Grupo usa web para convocar protesto pacífico nas ruas da capital. A Polícia Militar (PM) e a Guarda Civil Metropolitana (GCM) afirmam que vão reforçar seus efetivos no sábado (7), quando será comemorada a Independência do Brasil, por causa do


risco de tumultos durante manifestações na capital paulista. A preocupação da PM com a segurança no sábado vai focar principalmente em dois pontos. O  primeiro é o Sambódromo do Anhembi, na Zona Norte, onde pela manhã, entre 10h e 12h, ocorrerá o desfile e estarão as autoridades políticas. O segundo é a Avenida Paulista, local da concentração dos manifestantes a partir das 14h no vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp).
A GCM vai concentrar seus esforços na Prefeitura e na Câmara Municipal. O grupo de hackers Anonymous está usando a internet para convocar atos pacíficos nas ruas do país, no sábado. Em pauta estão a prisão imediata dos mensaleiros condenados e o fim do voto secreto. Apesar de não organizar os protestos, membros do movimento Black Bloc comentam nas redes sociais que também participarão das manifestações.

"A pedido do Exército, serão realizadas revistas e buscas pessoais pela PM nos portões de acesso como num dia de jogo. A medida é necessária numa situação como essa para evitar protestos violentos"
Benedito Roberto Meira, comandante da PM no estado de São Paulo

Pela primeira vez, os policiais militares vão trabalhar no Anhembi como se estivessem cuidando da segurança das pessoas que vão assistir a uma partida de futebol em um estádio. “Este ano é novidade, mas, a pedido do Exército, serão realizadas revistas e buscas pessoais pela PM nos portões de acesso como num dia de jogo. A medida é necessária numa situação como essa para evitar protestos violentos”, disse o comandante da PM no estado de São Paulo, coronel Benedito Roberto Meira.

O comandante não entrou em detalhes sobre quais equipamentos serão usados pela PM no Anhembi, mas, levando-se em comparação que o procedimento será o mesmo empregado em um estádio, deverão estar presentes detectores de metal e câmeras de monitoramento e gravação para identificar eventuais suspeitos.
Questionado sobre o que será permitido levar ao Anhembi, o coronel respondeu que “não será permitido levar fogos, garrafas e guarda-chuvas pontiagudos, ou materiais que possam ser arremessados contra alguém”.
Indagado se a PM vai restringir a entrada de pessoas com máscaras, Meira afirmou que não há orientação para se confiscar esses tipos de objetos. Os integrantes do Anonymous se identificam por meio de apelidos e usam máscaras similares à do filme “V de Vingança”, de 2006.
Sem querer revelar o número do efetivo que será empregado alegando uma questão estratégica de segurança, o comandante disse que toda a corporação estará de prontidão caso seja necessário entrar em ação.
“A PM não vai impedir o direito do cidadão de se manifestar, mas que essa manifestação seja pacífica”, afirmou Meira. “O cidadão pode continuar seu programa de sábado. Vamos proporcionar garantia para todas as pessoas”, disse.

O comandante falou ter dificuldades para planejar um esquema de segurança com os organizadores dos protestos. “O Anonymous não consigo contato, eles não têm liderança. Eles só nos agridem e nos ofendem”, disse Meira, que comentou estar preparado para agir, caso o Black Bloc propague violência. “Se eles [do Black Bloc] resolverem quebrar, não tenha dúvida de que a PM vai prender e reagir”.

Integrantes do Black Bloc protestam no Largo da Batata, em São Paulo (Foto/Arquivo: Evelson de Freitas/Estadão Conteúdo)

A PM pede para a população denunciar eventuais atos de vandalismo, depredação ou violência por meio do Twitter da corporação. “Também haverá informações sobre os locais onde estarão ocorrendo protestos”.
O G1 procurou a assessoria de imprensa do Exército, que informou que a segurança será feita pela PM. Por meio de nota, alegou que "qualquer evento público, visando a segurança dos participantes, está sujeito à revista do público, como em shows, estádios de futebol e desfiles cívicos. Não será permitida a entrada com objetos que possam ser lançados e objetos pontiagudos."
Guarda Civil
Para o secretário da Segurança Urbana da cidade de São Paulo, Roberto Porto, o efeito da GCM será reforçado no sábado, principalmente na Prefeitura e na Câmara Municipal. “Em dias normais são 40 guardas por turno, em dias de manifestações esse número é dobrado”, afirmou o secretário, que disse estar atento a possibilidade de manifestações.

“A perspectiva nossa é que elas sejam feitas dentro da normalidade. Protestar é um direito da população”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Constituição Federal:
Art. 5º / inciso IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato;

O seu comentário é uma ferramenta importante para o aprimoramento deste site, porém, deverá seguir algumas regras:

1 - Fica vetado o anonimato;
2 - O comentário deverá ter relação com o assunto em questão.
3 - Não serão aceitos comentários que denigram o nome/imagem de quaisquer instituições ou de seus integrantes.
4 - Comentários inapropriados serão retirados pelo editor do site sem prévio aviso.

OBS.: Verificar Página Termos de Uso - Ao enviar o seu comentário, fica confirmado ter conhecimento da política de uso deste site.

Tecnologia do Blogger.