O Deputado Estadual Chico Sardelli e seu Assessor Parlamentar Carlinhos Silva levarão ao governador Reivindicações das Guardas Municipais do Estado de São Paulo

07/06/13 - Enviado por Carlinhos Silva: Nesta terça-feira, 04/06, na Assembleia Legislativa de São Paulo, a Guarda Municipal Comunitária de Santana de Parnaíba foi representada pelo inspetor do GMC Douglas Silva, do setor Jurídico da GMC, e pelo GMC 1ª Classe Barbosa, da Assessoria de Imprensa e Relações Públicas da corporação, em reunião que defende a busca do direito em Lei na atuação 




guardas municipais na segurança pública nos municípios do Estado de São Paulo. O deputado estadual Chico Sardelli (PV) presidiu a reunião da Frente Parlamentar em Defesa das Guardas Municipais do Estado de São Paulo. Estiveram presentes mais de 60 pessoas, representantes de guardas municipais de mais de 20 cidades de São Paulo e também do Rio de Janeiro. A isenção do pagamento de pedágio para viaturas da corporação foi um dos principais temas de discussão.

VEJA AINDA:


Como coordenador da Frente, Sardelli agendará uma audiência com o governador Geraldo Alckmin (PSDB) para tratar desse assunto e outros de interesse das Guardas Municipais para melhoria da segurança pública no Estado. “Recentemente tivemos uma reunião com o presidente da concessionária AutoBan para tratar da isenção do pedágio e a questão esbarra no contrato feito com o Estado. Por isso vamos até o governador buscar uma solução para o assunto. É um absurdo que, durante uma ocorrência, as viaturas das Guardas tenham que parar para pagar pedágio”, disse.

O deputado também informou aos participantes na reunião que estará juntamente com Carlinhos Silva em Brasília na próxima terça-feira, dia 11, em audiência com a secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki. O porte de armas para guardas municipais continua sendo um problema. O Estatuto do Desarmamento não permite o porte de armas para corporações de cidades com menos de 50 mil habitantes. “Com ações na Justiça, as Guardas desses municípios menores estão conseguindo o porte, mas a Polícia Federal tem dificultado a liberação do armamento.

Vamos discutir com a secretária a possibilidade de ser editado um decreto para resolver essa questão em definitivo”, comentou. De acordo com Sardelli, outra reivindicação das Guardas que será tratada em Brasília é a gratuidade do telefone 153, assim como acontece com o 190 da Polícia Militar, por exemplo.

Atualmente são tarifadas as ligações para o 153. O parlamentar também apresentou durante o encontro o andamento de diversos projetos de lei em tramitação na Assembleia Legislativa  referentes à atividade dos guardas municipais.


Foto: Carlinhos Silva Texto adaptado: Relações Públicas da GMC Antonio Farias MTB Nº 48897 Fontes: Assessora de Imprensa Mirna Ferrez e assessor parlamentar GCM Carlinhos Silva

@chicosardellipv
@carlinhosilva43


www.gcmcarlinhossilva.blogspot.com
www.chicosardelli.com.br
Compartilhe:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá, seja bem-vindo! Faça o seu comentário com responsabilidade. Muito obrigado!

Por Dennis Guerra